sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Momentos de tensão na convenção republicana

Os delegados do Partido Republicano anti-Trump provocaram hoje momentos de tensão na convenção, que termina quinta-feira, depois de terem visto negada uma proposta de votação que pretendia alterar as regras do evento.

© Mark Kauzlarich / Reuters

A fação "Never Trump" (Trump Nunca) apresentou uma proposta para que os representantes de cada Estado votassem a nomeação do candidato republicano às presidenciais de 8 de novembro, independentemente dos resultados das primárias.

A intenção daqueles delegados era forçar uma "rebelião" contra o virtual candidato republicano à Casa Branca, o magnata Donald Trump, que teoricamente tem o número de delegados necessários para ser oficialmente eleito.

O caos aconteceu quando Enid Mickelsen, a presente do Comité das Regras, deu por aprovada as normas que regem a convenção, que decidiram que os delegados vão votar no mesmo sentido que a maioria dos eleitores, quando votaram nas primárias nos respetivos estados.

Liderados pelo senador Mike Lee e pelo antigo procurador-geral da Virgínia, Ken Cucinelli, os delegados rebeldes pediram que se considerasse a possibilidade de cada estado decidir separadamente dar liberdade de voto aos seus membros.

"Isto não tem precedentes", assegurou o senador Lee, um dos principais aliados do senador Ted Cruz, que insistiu que se devia votar por contagem e não por aclamação.

Ken Cucinelli sublinhou que a única coisa pedida era que cada estado decidisse a sua disciplina de voto.

Depois do ocorrido, alguns delegados atiraram as suas credenciais para o chão.

Lusa

  • "Tem sido uma campanha de Trump contra o mundo inteiro e contra o próprio partido"
    2:24

    Miguel Sousa Tavares

    Começou esta segunda-feira em Cleveland, nos Estados Unidos, o encontro do Partido Republicano que deve confirmar a nomeação de Donald Trump na corrida para a Casa Branca. Várias figuras do partido já ameaçam boicotar a eleição. Miguel Sousa Tavares diz que esta "tem sido uma campanha de Trump contra o mundo inteiro e contra o próprio partido". Para o comentador a agenda de Donald Trump "bate em pontos que o comum dos americanos pensa".

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Segunda-feira no Jornal da Noite