sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Família de Pavarotti protesta contra uso de ária na campanha eleitoral de Trump

A família do falecido tenor Luciano Pavarotti pediu hoje ao candidato presidencial republicano Donald Trump para não utilizar a ária de Giacomo Puccini "Nessun Dorma" na sua campanha eleitoral.

"Nós gostaríamos de relembrar os valores da fraternidade e solidariedade que Luciano Pavarotti expressou durante toda a sua carreira artística que são totalmente incompatíveis com a visão do mundo expressa pelo candidato Donald Trump", diz a família num comunicado.

"Nessun Dorma" tornou-se na ária mais conhecida de Luciano Pavarotti, onde a palavra "Vincero" ('Eu vou ganhar'), tem sido tocada frequentemente nos comícios do candidato presidencial dos Estados Unidos.

A banda de rock Queen, os Rolling Stones, Adele, Aerosmith e Neil Young também protestaram pelo uso das suas músicas na campanha eleitoral de Trump.

Lusa

  • Passos elogia escolha de Paulo Macedo mas diz que não é suficiente
    1:47

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho diz que Paulo Macedo é competente para liderar os destinos da Caixa Geral de Depósitos, mas que a nomeação do antigo ministro não é suficiente para passar uma esponja sobre o assunto. Em Viseu, o líder do PSD não quis ainda avançar com um nome para a Câmara de Lisboa, depois de Santana Lopes afastar a hipótese de se candidatar.

  • O impacto e as consequências do referendo em Itália
    1:02
  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.