sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

"Nenhum muro travará o sonho americano"

"Nenhum muro travará o sonho americano"

A terceira noite da convenção democrata em Filadélfia ficou marcada pelas fortes críticas a Donald Trump. O ponto alto da noite foi a intervenção de Barack Obama que levou até Hillary Clinton a juntar-se ao presidente norte-americano em palco.

  • Opinião

    "Não conheço a América de Trump, de ressentimento e ódio. Vejo americanos de todos os partidos, de todas as origens, de todas as fés, que acreditam que juntos somos mais fortes, jurando fidelidade, sob a mesma bandeira orgulhosa, a este grande país, arrojado que amamos. Essa é a América que eu conheço."

  • Nunca houve ninguém mais qualificado como Hillary, diz Obama
    1:30

    Eleições EUA 2016

    Barack Obama discursou na terceira noite da convenção democrata em Filadélfia. Para além do discurso ser muito direcionado para o candidato republicano, Obama fez questão de dizer que nunca houve ninguém tão qualificado como Hillary para assumir o cargo de Presidente dos Estados Unidos da América, nem ele, nem Bill Clinton.

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marcelo diz que é hora de valorizar o poder local
    0:40

    País

    O Presidente da República diz que este é o momento para valorizar o poder local. Sobre a descida da Taxa Social Única, Marcelo Rebelo de Sousa recusou comentar e negou que haja crispação politica entre Governo e oposição.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.