sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Donald Trump criticado por incitação à violência à Hillary Clinton

O candidato republicano à Casa Branca, Donald Trump, foi hoje criticado após afirmar que os "amantes de armas podem fazer algo" para travar a sua rival, a democrata Hillary Clinton, tendo sido interpretado como uma incitação à violência.

Durante atos eleitorais na terça-feira, na Carolina do Norte, Trump assegurou que a sua rival democrata "quer abolir a Segunda Emenda", o artigo na Constituição dos Estados Unidos que defende o direito de porte de armas.

"Se conseguir eleger juízes (do Supremo Tribunal) não vai existir nada que possamos fazer, ainda que para as pessoas [que defendem] a Segunda Emenda é possível fazer algo. Eu não sei", afirmou o candidato republicano.

De imediato, as críticas nas redes socias e nos meios de comunicação expressavam indignação pelas palavras proferidas por Trump, tendo sido considerado uma incitação à violência.

O magnata recorreu às redes socias para culpar os meios de comunicação e assegurou estarem "desesperados por distrair a atenção".

"O que eu disse é que cidadãos partidários da Segunda Emenda devem organizar-se e votar para salvar a nossa Constituição!", disse o magnata.

Clinton respondeu, dizendo que os comentários feitos pelo magnata "demostram que Trump não tem temperamento para ser presidente dos Estados Unidos".

Lusa

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.