sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Família Kennedy critica Trump que considera sem qualidade para a Casa Branca

Evan Vucci

Membros da família Kennedy criticaram o candidato presidencial norte-americano Donald Trump por este ter ironizado "sobre a possibilidade de um assassinato político", considerando que tal declaração o devia desqualificar para a Casa Branca.

Num artigo publicado hoje no Washington Post, William Kennedy Smith e Jean Kennedy Smith consideram que o republicano Donald Trump tem um "discurso escuro e abusivo" e que tal devia ser suficiente para o desqualificar como candidato à presidência dos Estados Unidos da América (EUA).

"A violência política é o maior de todos os pecados civis", disseram o sobrinho e a irmã do Presidente democrata John F. Kennedy, assassinado em 1963, e do senador Robert Kennedy, morto em 1968 durante a campanha primária presidencial.

"Hoje, quase 50 anos depois, as palavras são ainda mais importantes", escrevem eles no jornal, juntando-se assim às vozes que nos últimos dias se têm ouvido contra o candidato republicano.

Na terça-feira, Donald Trump lembrou que a sua rival democrata, Hillary Clinton, "quer abolir a Segunda Emenda", o artigo na Constituição dos Estados Unidos que defende o direito de porte de armas, e afirmou que os "amantes de armas podem fazer algo" para travar Hillary, o que foi interpretado como incitação à violência.

Também Clinton considerou que os comentários "demonstram que Trump não tem temperamento para ser Presidente dos Estados Unidos".

"O que eu disse é que cidadãos partidários da Segunda Emenda devem organizar-se e votar para salvar a nossa Constituição!", justificou o magnata.

Lusa

  • Está uma baleia no Cais do Sodré, em Lisboa

    País

    A capitania do Porto de Lisboa confirma a notícia. O cetáceo, um cachalote pigmeu com cerca de dois metros, está morto. Encontra-se encalhado junto à marge norte do Rio Tejo. A situação está a ser acompanhada pelas autoridades.

    Última Hora

  • Rúben Lima nega crimes de corrupção no processo Cashball
    6:04

    Desporto

    Rúben Lima, um dos oito jogadores suspeitos de terem sido aliciados por intermediários ao serviço do Sporting para beneficiar o clube de Alvalade, nega todos os crimes investigados pela Polícia Judiciária. Numa entrevista exclusiva à SIC, o jogador do Moreirense garante que não conhece nenhum dos quatro arguidos detidos no âmbito do processo Cashball.

    Exclusivo SIC

  • Partido Podemos com votação inédita em Espanha
    1:32

    Mundo

    Há uma votação inédita em Espanha. O Podemos começou esta terça-feira a decidir a continuidade do líder do partido, depois de Pablo Iglesias e a companheira terem comprado uma casa de 600 mil euros.

  • 14 sacerdotes suspensos por abusos sexuais no Chile

    Mundo

    A diocese da cidade chilena de Rancagua anunciou na terça-feira a suspensão de 14 sacerdotes implicados num novo escândalo de abusos sexuais sobre jovens e menores. Todos eles pertenciam a um grupo de se autointitulou de "La Familia", segundo a investigação jornalística.