sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Clinton e Trump recebem petição a favor de licença de maternidade paga

As sedes de campanha de Hillary Clinton e Donald Trump receberam na segunda-feira uma petição com cerca de 150.000 assinaturas a exigir o direito a licença de maternidade remunerada para as mulheres norte-americanas.

Os Estados Unidos e a Papua Nova Guiné são os países que não têm uma lei nacional para uma licença de maternidade remunerada.

As responsáveis pela petição são Amber Scorah e Ali Dodd, duas norte-americanas que perderam os seus bebés com menos de um mês depois de os terem deixado na creche para regressarem aos seus trabalhos.

A petição pede aos candidatos às eleições presidenciais dos Estados Unidos e a democratas e republicanos que aprovem nos primeiros 100 dias do próximo Governo uma lei federal que atribua 100 dias de licença de maternidade pagas.

Da campanha da candidata democrata, Amber Scorah e Ali Dodd receberam a garantia que a licença de maternidade para as mulheres é "uma prioridade", mas afirmaram estar dececionadas com a equipa de Donald Trump, que as deixou sem resposta.

Segundo a petição, apenas 13% das empresas dos Estados Unidos contemplam os funcionários com baixa de maternidade e paternalidade.

Lusa

  • Clinton pronta para debate "louco" com Trump

    Eleições EUA 2016

    ​A candidata democrata à presidência dos Estados Unidos, Hillary Clinton, afirmou na segunda-feira que o rival republicano Donald Trump pode ser um adversário imprevisível nos próximos debates presidenciais, estando a preparar-se para "coisas desvairadas".

  • Donald Trump exige encerramento da Fundação Clinton

    Mundo

    ​O candidato presidencial republicano Donald Trump instou hoje o ex-Presidente Bill Clinton e Hillary Clinton, a sua adversária democrata, a encerrarem a fundação de solidariedade que despendeu dois mil milhões de dólares desde que foi criada.

  • Vala comum com 6 mil corpos em Mossul
    1:43
  • A menina que os pais queriam chamar "Allah"

    Mundo

    ZalyKha Graceful Lorraina Allah tem 22 meses, anda não sabe ler nem escrever mas já está no centro de um processo judicial contra o Estado da Georgia, nos EUA. Os pais, Elizabeth Handy e Bilal Walk, apoiados por uma ONG, exigem na justiça que o nome seja reconhecido na certidão de nascimento para que a criança possa ser inscrita na escola, na segurança social ou nos registos e notoriado. O casal já tem um filho de 3 anos que se chama Masterful Mosirah Aly Allah.