sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Peña Nieto justifica encontro com Trump como forma de encarar "ameaça e risco"

O Presidente do México, Enrique Peña Nieto, justificou hoje o seu encontro com o candidato republicano à Casa Branca, Donald Trump, com a necessidade de "enfrentar a ameaça e o risco" que representa para o seu país.

"Como Presidente da República, tenho uma única responsabilidade, que é cuidar dos mexicanos e olhar pelo México", declarou o mandatário numa entrevista ao canal Televisa.

Peña Nieto acrescentou que "hoje, como nunca terá acontecido noutro momento da história eleitoral dos Estados Unidos, o México faz parte do debate e houve posicionamentos que, francamente, representam uma ameaça e um risco para o México".

Peña Nieto e Trump encontraram-se na quarta-feira, após um convite do Presidente mexicano, tendo reunido à porta fechada.

Em conferência de imprensa na residência presidencial de Los Pinos, depois da reunião, Trump expressou "grande respeito" pelo povo mexicano, mas reiterou a necessidade de construir um muro para acabar com a migração ilegal.

Desde o início da sua campanha que Trump tem lançado ataques aos imigrantes mexicanos que cruzam ilegalmente a fronteira para os Estados Unidos, prometendo severas medidas anti-imigração, incluindo deportações em massa.

O republicano prometeu, se eleito, construir um muro na fronteira entre os dois países, que seria, afirmou, pago pelo Governo mexicano.

Quando lançou a sua campanha, no ano passado, Trump descreveu os imigrantes mexicanos como traficantes de droga e violadores.

Lusa

  • Presidente catalão garante ter plano de contingência
    2:14
  • "Não há um verdadeiro debate democrático em Espanha"
    2:24
    Quadratura do Círculo

    Quadratura do Círculo

    QUINTA-FEIRA 23:00

    No Quadratura do Círculo desta quinta-feira, José Pacheco Pereira disse que este braço de ferro em território espanhol reforça a linha autoritária que existe em Espanha. Jorge Coelho considera que é urgente recorrer à diplomacia para definir um caminho a médio ou a longo prazo. Já o gestor Manuel Queiró afirma que Portugal não deve encarar este referendo com condescendência. 

  • Subimos ao novo miradouro no pilar da Ponte 25 de Abril
    2:06
  • Uber perde licença para operar em Londres

    Economia

    O regulador de transporte de Londres decidiu hoje que vai retirar à Uber a licença para operar na capital britânica. A proibição entra em vigor no final deste mês e vai afetar 40 mil motoristas da empresa multinacional norte-americana.

  • 60 sobreviventes resgatados dos escombros no México
    1:21