sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Hillary Clinton retoma campanha em breve

Hillary Clinton retoma campanha em breve

Hillary Clinton garante que está bem de saúde e que desvalorizou o diagnóstico de pneumonia ao ter ido às cerimónias do 11 de setembro. Declarações feitas horas depois do marido, Bill Clinton ter afirmado que não é a primeira vez que Hillary tem episódios de desidratação.

  • Trump deseja rápidas melhoras a Hillary Clinton
    2:00

    Eleições EUA 2016

    Donald Trump já desejou rápidas melhoras a Hillary Clinton, a quem foi diagnosticada uma pneumonia. Devido à indisposição que a obrigou a abandonar a cerimónia do aniversário dos atentados do 11 de setembro, a candidata democrata cancelou dois dias de campanha na Califórnia.

  • Hillary Clinton sente-se mal durante as cerimónias do 11 de setembro

    Mundo

    Hillary Clinton sofreu um "golpe" de calor durante as cerimónias do 11 de setembro. A candidata presidencial do Partido Democrata teve de sair mais cedo do local onde decorriam as homenagens. Hillary acabou por recuperar já no apartamento da filha em Nova Iorque. Um porta-voz de Clinton já veio dizer que a candidata se sente agora muito melhor.

  • Reportagem Especial dá a voz aos despedidos da banca
    1:18
  • CEMGFA admite que várias armas roubadas estão em condições de ser usadas
    2:06

    Assalto em Tancos

    Afinal há várias armas roubadas em Tancos que estão em condições de ser utilizadas, sendo que apenas os lança-granadas-foguete estão obsoletos. Esta manhã, o general Pina Monteiro admitiu, no Parlamento, que a declaração que fez há duas semanas pode ter induzido em erro a opinião pública. O chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas (CEMGFA) diz, ainda, que se houvesse indícios sobre colaboração do Exército neste caso, os suspeitos estariam presos.

  • Pais de Charlie Gard querem que o bebé morra em casa

    Mundo

    Depois de terem renunciado à batalha judicial para manterem o filho com vida, os pais do bebé britânico Charlie Gard desejam agora levar a criança para morrer em casa. O desejo foi revelado pelo advogado de Chris Gard e Connie Yates, numa audiência esta tarde, no Supremo Tribunal de Londres. Contudo, o hospital responsável pelo caso admite que os cuidados a Charlie não podem ser feitos em casa.