sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Clinton e Trump tornam públicos historiais clínicos

© Brian Snyder / Reuters

Hillary Clinton e Donald Trump tornaram públicos os seus historiais clínicos para dissipar qualquer dúvida sobre as suas capacidades para ocupar a Presidência dos Estados Unidos.

A campanha da ex-secretária de Estado divulgou uma carta, de duas páginas, onde a sua médica, Lisa Bardack, afirma que Hillary Clinton, de 68 anos, "está sã e em forma para ser Presidente dos Estados Unidos", enquanto Donald Trump, de 70 anos, entregou uma cópia do seu historial clínico ao apresentador do "The Dr. Oz Show" durante a gravação do programa, que vai ser transmitido hoje.

Com o relatório elaborado pela sua médica, Clinton pretende mitigar as especulações que surgiram depois da indisposição que sofreu, no domingo, numa cerimónia evocativa dos atentados de 11 de setembro de 2001, causada por uma pneumonia que a obrigou a cancelar atividades da campanha durante três dias.

Apesar da carta de Lisa Bardack, Donald Trump, que durante meses insistiu que Clinton tem problemas de saúde que a incapacitam de exercer a presidência dos Estados Unidos, voltou a mencionar na quarta-feira a tontura da rival.

"Não sei, amigos. Vocês acreditam que Hillary Clinton é capaz de estar aqui, de pé, durante uma hora e fazer isto? Eu não sei. Não acredito", ironizou o nova-iorquino, numa iniciativa no Ohio.

Segundo Sarah Huckabee, assessora da campanha do magnata, Trump goza de boa saúde, ainda que pudesse perder um pouco de peso.

No relatório de Clinton, a sua médica também sustenta que a candidata "está em excelentes condições mentais" e "a recuperar bem" da pneumonia, com antibióticos e descanso.

Segundo o seu historial clínico, desde o início do ano, Clinton apenas sofreu uma infeção no ouvido e a atual pneumonia e tem valores sanguíneos que se têm mostrado estáveis, tal como os seus problemas de tiroide.

A candidata democrata também sofreu diversos episódios alérgicos desde o início do ano que, segundo a sua médica, fazem parte de um "padrão" recorrente ao longo da sua vida.

Clinton estará hoje em Greensboro (Carolina do Norte), num comício que marca o seu regresso à campanha.

Com Lusa

  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26

    País

    A bomba que esta segunda-feira veio nas redes de um arrastão na Nazaré já foi detonada. O engenho explosivo foi identificado como uma bomba de avião por especialistas da Marinha, que eliminaram também o perigo equivalente a 600 quilogramas de TNT. A bomba sem qualquer inscrição tinha um desgaste evidente e, segundo a Marinha, pode ter sido largada de um avião durante a 2.ª Guerra Mundial.

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • ONU estima que mais 750 mil civis estejam em risco na cidade de Mossul
    1:39

    Mundo

    As Nações Unidas estimam que mais 750 mil civis estejam em risco na zona ocidental de Mossul, no Iraque. Mais de 10 mil pessoas fugiram da zona ocidental da cidade nos últimos quatro dias. Enquanto a população tenta escapar ao fogo cruzado, as forças iraquianas avançam sobre a cidade ainda controlada pelo Daesh.