sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Clinton e Trump tornam públicos historiais clínicos

© Brian Snyder / Reuters

Hillary Clinton e Donald Trump tornaram públicos os seus historiais clínicos para dissipar qualquer dúvida sobre as suas capacidades para ocupar a Presidência dos Estados Unidos.

A campanha da ex-secretária de Estado divulgou uma carta, de duas páginas, onde a sua médica, Lisa Bardack, afirma que Hillary Clinton, de 68 anos, "está sã e em forma para ser Presidente dos Estados Unidos", enquanto Donald Trump, de 70 anos, entregou uma cópia do seu historial clínico ao apresentador do "The Dr. Oz Show" durante a gravação do programa, que vai ser transmitido hoje.

Com o relatório elaborado pela sua médica, Clinton pretende mitigar as especulações que surgiram depois da indisposição que sofreu, no domingo, numa cerimónia evocativa dos atentados de 11 de setembro de 2001, causada por uma pneumonia que a obrigou a cancelar atividades da campanha durante três dias.

Apesar da carta de Lisa Bardack, Donald Trump, que durante meses insistiu que Clinton tem problemas de saúde que a incapacitam de exercer a presidência dos Estados Unidos, voltou a mencionar na quarta-feira a tontura da rival.

"Não sei, amigos. Vocês acreditam que Hillary Clinton é capaz de estar aqui, de pé, durante uma hora e fazer isto? Eu não sei. Não acredito", ironizou o nova-iorquino, numa iniciativa no Ohio.

Segundo Sarah Huckabee, assessora da campanha do magnata, Trump goza de boa saúde, ainda que pudesse perder um pouco de peso.

No relatório de Clinton, a sua médica também sustenta que a candidata "está em excelentes condições mentais" e "a recuperar bem" da pneumonia, com antibióticos e descanso.

Segundo o seu historial clínico, desde o início do ano, Clinton apenas sofreu uma infeção no ouvido e a atual pneumonia e tem valores sanguíneos que se têm mostrado estáveis, tal como os seus problemas de tiroide.

A candidata democrata também sofreu diversos episódios alérgicos desde o início do ano que, segundo a sua médica, fazem parte de um "padrão" recorrente ao longo da sua vida.

Clinton estará hoje em Greensboro (Carolina do Norte), num comício que marca o seu regresso à campanha.

Com Lusa

  • "Até para o ano", a mensagem de Ronaldo para os adeptos do Real Madrid
  • Despenalização da eutanásia votada na terça-feira no Parlamento
    2:04
  • Há companhias aéreas a contratar. TAP é uma delas
    1:28

    Economia

    Com o crescimento do turismo, que continua a bater recordes, as companhias aéreas querem profissionais para reforçar as rotas com maior procura e oferecer novos destinos. Só a TAP prevê contratar mais 700 pessoas este ano para várias funções, incluindo 300 tripulantes de cabine e 170 pilotos.

  • O bombeiro herói que recebe 267 euros de pensão
    2:36
  • Funcionários dos EUA na Coreia do Norte para preparar cimeira
    2:19