sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Clinton e Trump tornam públicos historiais clínicos

© Brian Snyder / Reuters

Hillary Clinton e Donald Trump tornaram públicos os seus historiais clínicos para dissipar qualquer dúvida sobre as suas capacidades para ocupar a Presidência dos Estados Unidos.

A campanha da ex-secretária de Estado divulgou uma carta, de duas páginas, onde a sua médica, Lisa Bardack, afirma que Hillary Clinton, de 68 anos, "está sã e em forma para ser Presidente dos Estados Unidos", enquanto Donald Trump, de 70 anos, entregou uma cópia do seu historial clínico ao apresentador do "The Dr. Oz Show" durante a gravação do programa, que vai ser transmitido hoje.

Com o relatório elaborado pela sua médica, Clinton pretende mitigar as especulações que surgiram depois da indisposição que sofreu, no domingo, numa cerimónia evocativa dos atentados de 11 de setembro de 2001, causada por uma pneumonia que a obrigou a cancelar atividades da campanha durante três dias.

Apesar da carta de Lisa Bardack, Donald Trump, que durante meses insistiu que Clinton tem problemas de saúde que a incapacitam de exercer a presidência dos Estados Unidos, voltou a mencionar na quarta-feira a tontura da rival.

"Não sei, amigos. Vocês acreditam que Hillary Clinton é capaz de estar aqui, de pé, durante uma hora e fazer isto? Eu não sei. Não acredito", ironizou o nova-iorquino, numa iniciativa no Ohio.

Segundo Sarah Huckabee, assessora da campanha do magnata, Trump goza de boa saúde, ainda que pudesse perder um pouco de peso.

No relatório de Clinton, a sua médica também sustenta que a candidata "está em excelentes condições mentais" e "a recuperar bem" da pneumonia, com antibióticos e descanso.

Segundo o seu historial clínico, desde o início do ano, Clinton apenas sofreu uma infeção no ouvido e a atual pneumonia e tem valores sanguíneos que se têm mostrado estáveis, tal como os seus problemas de tiroide.

A candidata democrata também sofreu diversos episódios alérgicos desde o início do ano que, segundo a sua médica, fazem parte de um "padrão" recorrente ao longo da sua vida.

Clinton estará hoje em Greensboro (Carolina do Norte), num comício que marca o seu regresso à campanha.

Com Lusa

  • DIRETO: Célula terrorista preparava grande atentado na Catalunha

    Ataque em Barcelona

    Uma das vítimas mortais do atentado em Barcelona era de Lisboa e há uma outra portuguesa, a sua neta, desaparecida. A polícia procura quatro jovens e há outras quatro detenções confirmadas. Os autores dos ataques na Catalunha, que mataram 14 pessoas e feriram 140, pertenciam ao mesmo grupo. Siga aqui as últimas informações, ao minuto.

    Em atualização

  • Vídeo mostra passagem da carrinha a alta velocidade nas Ramblas
    0:33
  • O momento em que os suspeitos foram abatidos em Cambrils
    2:35

    Ataque em Barcelona

    Em Cambrils, também na Catalunha, foram mortos cinco alegados terroristas que atropelaram várias pessoas, uma morreu e seis ficaram feridas, quando escapavam a uma perseguição policial, esta madrugada. As autoridades investigam uma eventual relação entre os dois atentados. Nota: chamamos à atenção para a violência das imagens, que podem chocar os espetadores mais sensíveis.

  • Nível de ameaça terrorista em Portugal continua moderado
    1:31

    Ataque em Barcelona

    O primeiro-ministro garantiu hoje que, para já, o nível de ameaça terrorista em Portugal não vai ser alterado (o nível está no 4 em 5). Já o Presidente da República disse que não há tolerância possível e garante que há medidas preparadas caso o mesmo cenário venha a acontecer em Portugal.

  • Vento e calor provocam reacendimentos em Mação
    1:55

    País

    As temperaturas altas e o vento forte estão a provocar reacendimentos em Mação. No terreno mantêm-se cerca de 800 bombeiros, numa altura que que há receio que as chamas voltem a ficar ativas, como explica o repórter Rui Carlos Teixeira.