sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Ex-secretário da Defesa republicano considera Trump desqualificado e impróprio

O ex-secretário da Defesa Robert Gates criticou os dois candidatos às presidenciais norte-americanas, num artigo publicado no Wall Street Journal, mas classificou Donald Trump como "desqualificado e impróprio para ser comandante-em-chefe".

Robert Gates - um republicano que dirigiu o Pentágono durante o mandato de George W. Bush e Barack Obama - trabalhou com oito presidentes e é uma das vozes mais respeitadas em matéria de segurança nacional.

"Acredito que Trump está além de qualquer reparo. Ele é teimosamente desinformado" e "temperalmente desadequado para liderar os nossos homens e mulheres com uniforme", escreveu Robert Gates num artigo de opinião publicado sexta-feira na edição online do jornal.

"Ele é desqualificado e impróprio para ser comandante-em-chefe", prosseguiu.

Gates trabalhou próximo de Hillary Clinton quando esta foi secretária de Estado e também criticou o seu mandato.

Ex-diretor da CIA, Robert Gates afirmou que o falhanço de Clinton na prevenção do caos que se seguiria após a intervenção ocidental na Líbia levantou questões de credibilidade, como a sua posição inconstante em relação à guerra do Iraque.

Robert Gates atacou a oposição de Clinton a um acordo de comércio asiático, disse que ela tem sido vaga em relação à Rússia de Vladimir Putin, que foi pouco específica sobre a Coreia do Norte e que não tem uma estratégia clara para "um médio oriente em chamas".

Mas em credibilidade, "Trump está numa liga dele próprio", disse.

"Ele (Donald Trump) apoiou a ideia de construir um muro entre os Estados Unidos e o México, a tortura de terroristas e a morte das suas famílias e para a liderança terrorista de Putin".

Donal Trump é "ignorante" sobre o mundo, sobre os militares norte-americanos e "sobre o próprio governo", escreveu o republicano.

Lusa

  • Avioneta despenha-se em centro comercial de Melbourne

    Mundo

    Uma avioneta com cinco pessoas a bordo caiu num centro comercial perto do aeroporto de Essendon em Melbourne. Segundo a polícia do estado de Vitória tratava-se de um voo charter com destino a King Island, situada entre a parte continental da Austrália e a ilha da Tasmânia.

  • Jornalista bielorrusso come jornal após perder aposta

    Desporto

    Vyacheslav Fedorenko, editor de desporto de um importante jornal da Bielorrúsia, apostou que o Dinamo Minsk não chegaria aos play-offs da Kontinental Hockey League (KHL), uma liga internacional dominada por equipas russas. Perdeu e acabou a comer as próprias palavras, impressas em papel.

  • Acha que conhece o seu país?
    27:42