sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Putin olha com "simpatia" para Donald Trump

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, apresentou este sábado uma manifestação indireta de apoio ao candidato presidencial norte-americano Donald Trump, dizendo que olha "com simpatia" para quem defende uma relação com a Rússia baseada na igualdade.

"Nós estamos a olhar cuidadosamente para o que está a acontecer nos Estados Unidos e, claro, vemos com simpatia aqueles que afirmam publicamente que é necessário construir uma relação com a Rússia na base da igualdade", disse o chefe de Estado numa intervenção na televisão.

Nunca nomeando o candidato presidencial do Partido Republicano, Donald Trump, diretamente, Putin deixou, ainda assim, claro que se referia ao magnata, que várias vezes expressou de forma enfática a sua vontade de trabalhar com o líder russo, chegando a dizer que considerava Putin um líder melhor do que Barack Obama.

Os elogios de Trump a Putin, que é criticado por muitos no Ocidente devido às suas posições sobre a Ucrânia e a Síria, geraram críticas nos Estados Unidos, particularmente da rival do Partido Democrata, Hillary Clinton.

Na intervenção na televisão, Putin disse ainda que "as tentativas de recriar a imagem de um 'império do mal' e assustar as pessoas comuns desta maneira são uma tentativa de manipular a opinião pública".

Lusa

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.