sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Obama diz que ainda há desconfiança "injusta" em relação às mulheres poderosas

© Reuters

O Presidente Barack Obama disse no domingo que na sociedade norte-americana ainda existe uma desconfiança "injusta" em relação a mulheres poderosas e que esse é o motivo pelo qual o país ainda não teve uma mulher na Sala Oval.

"Há uma razão pela qual não tivemos ainda uma mulher Presidente. Como sociedade, ainda lutamos com a forma como olhamos para mulheres poderosas. E isso ainda nos preocupa em muitos sentidos, de maneira injusta", disse Obama durante um jantar de angariação de fundos para o Partido Democrata em Nova Iorque.

O jantar em Manhattan aconteceu no apartamento de Danny Meyer, dono de mais de uma dezena de restaurantes, e da sua mulher, Audrey, atriz, contando com 65 convidados.

Apesar da realidade que descreveu, Obama mostrou-se confiante em que os norte-americanos vão tomar "a decisão correta" em novembro, elegendo Hillary Clinton como Presidente.

"Não devia ser uma eleição renhida, mas será", alertou Obama, que considerou que isso se explica por a sociedade norte-americana estar "muito polarizada".

Obama sublinhou de novo que nunca houve, na história dos Estados Unidos da América, outro candidato mais bem preparado do que Clinton.

Já Donald Trump, que disputará as eleições com Clinton, "não está preparado para ser Presidente" e não tem interesse sequer em aprender "os conhecimentos rudimentares requeridos para tomar decisões muito difíceis no dia-a-dia", afirmou.

O Presidente dos EUA chegou no domingo a Nova Iorque para participar na sua última Assembleia Geral da ONU e liderar, juntamente com outros líderes, uma cimeira sobre refugiados.

Durante a sua estadia em Nova Iorque, Obama vai reunir-se com o Presidente colombiano, Juan Manuel Santos, e com os primeiros-ministros de Israel, Benjamin Netanyahu, e China, Li Keqiang.

Lusa

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.