sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Hillary Clinton à frente de Trump nas intenções de voto

A candidata democrata à Presidência dos Estados Unidos, Hillary Clinton, bate o seu rival republicano Donald Trump nas intenções de voto, com 50% contra 45%, numa sondagem divulgada esta terça-feira pela NBC News, com estes dois nomes.

Quando se incluem os candidatos minoritários do Partido Libertário, Gary Johnson, que recolhe 10%, e do Verde, Jill Stein (4%), a ex-secretária de Estado mantém a vantagem de cinco pontos percentuais, com 45% contra 40%.

Na semana passada, esta mesma sondagem dava 48% a Clinton e 44% a Trump.

A vantagem de Clinton aumenta para seis pontos percentuais (49%-43%), quando se pergunta aos votantes registados, que na semana passada davam à democrata quatro pontos de avanço sobre Trump.

Esta última sondagem foi realizada entre 12 e 18 de setembro entre votantes registados e potenciais, com uma margem de erro estimado em 1,2%.

A recuperação de Clinton nesta sondagem mais recente ocorreu depois de a candidata democrata ter regressado aos atos de campanha e voltado a aparecer em público, passados os três dias em que esteve recolhida a recuperar de uma pneumonia que lhe provocou um desfalecimento em 11 de setembro.

Lusa

  • Braga perde com Shakhtar e fica fora dos 16 avos de final da Liga Europa
    3:16
  • Ronaldo não está preocupado com repercussões de eventual fuga fiscal
    1:30

    Football Leaks

    Cristiano Ronaldo diz que quem não deve não teme. O avançado português não se mostra preocupado com as notícias que revelam que o jogador não terá declarado os rendimentos da publicidade ao fisco espanhol. Fontes do Ministério das Finanças do país vizinho confirmaram ao jornal El Mundo que o português está a ser investigado há ano e meio.

  • Dissolução da União Soviética aconteceu há 25 anos

    Mundo

    Assinalam-se esta quinta-feira 25 anos desde o fim do acordo que sustentava a União Soviética. A crise começou em 80, mas aprofundou-se nos anos 90 com a ascensão de movimentos nacionalistas em praticamente todas as repúblicas soviéticas.