sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Ex-Miss Universo Alicia Machado confirma que Trump lhe chamou "Miss Piggy"

Alicia Machado alcançou fama internacional ao ser coroada Miss Universo, em 1996, quando tinha apenas 19 anos. Agora, 20 anos mais tarde, está novamente na ribalta. Alicia Machado veio confirmar que Donald Trump lhe chamou "Miss Piggy", quando começou a ganhar peso algum tempo depois de conquistar o título. A polémica foi abordada por Hillary Clinton no debate desta segunda-feira com o candidato republicano.

Numa acesa troca de palavras com Donald Trump, a candidata democrata à presidência dos Estados Unidos reagiu às acusações de que "não tem o aspeto" e "não tem o vigor" para ocupar o cargo, relembrando algumas declarações de Trump sobre as mulheres:

"Este é um homem que chamou as mulheres de porcas, desleixadas e cadelas e é alguém que já disse que a gravidez é um contratempo para os empregadores, que as mulheres não merecem receber o mesmo que os homens, a menos que façam um bom trabalho como os homens".

Em relação ao caso de Alicia Machado, Hillary Clinton frisou:

"Uma das piores coisas que disse foi sobre uma mulher num concurso de beleza. Ele adora esse tipo de competições, anda sempre atrás delas. E ele chamou a essa mulher "Miss Piggy" (Miss Porquinha) e depois "Miss Housekeeping" (Miss Dona de casa), porque ela é de origem latina. Donald, ela tem nome, é Alicia Machado. Ela agora é cidadã norte-americana, imaginem em quem vai votar em novembro."

Num vídeo publicado no Twitter da campanha de Clinton, Alicia Machado diz que Trump ameaçou retirar-lhe a coroa de Miss Universo depois de ela ter engordado.

"Ele foi insuportável. Eu tinha medo dele. Gritava comigo a todo a hora e dizia-me: és feia, és gorda!". "Às vezes gozava comigo e dizia: 'Olá, Miss Piggy', 'Olá, Miss Housekeeping'".

Alicia conta também que Trump convidou a comunicação social para assistir a uma das suas sessões de trabalho. Na mesma altura, deu uma entrevista na qual disse aos jornalistas que ela pesava 53 Kg e que tinha passado a pesar 72 Kg. "Aqui está alguém que gosta de comer", terá acrescentado.

Depois deste episódio, Alicia Machado sentiu-se "muito humilhada, como se fosse um ratinho de laboratório", o que lhe causou "enorme sofrimento" e contribuiu para que viesse a ter "distúrbios alimentares".

Luis Alonso Lugo/ AP

Alicia Machado conquistou o título de Miss Universo ao representar o seu país, a Venezuela. No ano seguinte, em 1997, em entrevista ao Washington Post, explicou a propósito da polémica: "Quando me estava a preparar para a competição, estava obcecada com o facto de não engordar. Na altura em que venci o concurso pesava 52 Kg, era um esqueleto".

Toda esta controvérsia em torno de Donald Trump e Alicia Machado foi recuperada pela campanha de Hillary Clinton, que tem aproveitado este episódio da vida do candidato republicano para ilustrar o modo como encara as mulheres e o seu papel na sociedade, bem como a sua tendência para a discriminação racial e de género.

  • A proposta dos partidos para a redução da dívida
    1:55

    Economia

    O PS e o Bloco de Esquerda querem mais 45 anos para pagar as dívidas à UE e juros mais baixos. As medidas fazem parte da proposta para a redução da dívida pública. No relatório que será enviado ao Governo, não é pedido perdão da dívida como os partidos da esquerda chegaram a defender.

  • Ministros de Governos de Sócrates ouvidos pelo Ministério Público
    1:54
  • Suspeito de atropelamento mortal fala de acidente 
    2:00
  • "Têm um verdadeiro amigo na Casa Branca"

    Mundo

    O Presidente norte-americano reafirmou esta sexta-feira o apoio ao direito de porte de armas no país, sublinhando, numa convenção daquele 'lobby', que "o ataque de oito anos às liberdades consagradas no Artigo 2.º [da Constituição]" terminou.

  • A história de Macron e Brigitte Trogneux, 25 anos mais velha
    1:25

    Eleições França 2017

    A segunda volta das eleições francesas acontece já no próximo dia 7 de maio. Caso Emmanuel Macron seja eleito, o país terá como primeira-dama uma mulher 25 anos mais velha do que o Presidente. Brigitte Trogneux tem 64 anos e Macron 39, conheceram-se no liceu privado de jesuítas, em Amiens. Brigitte era a professora e Macron o aluno. Conheça a história do casal. 

  • Autoridades garantem ter evitado novo ataque terrorista em Londres
    0:59

    Mundo

    A polícia britânica garante que evitou um novo atentado em Londres. Mulher baleada faz parte das oito pessoas que foram detidas numa operação antiterrorista na capital britânica e no sul de Inglaterra. A operação realizou-se após a detenção de um homem com três facas, nas imediações do Parlamento britânico.

  • Presidente da Macedónia convocou reunião de emergência

    Mundo

    O Presidente da Macedónia, Gjorge Ivanov, convocou esta sexta-feira uma reunião de emergência com líderes políticos, após manifestantes, maioritariamente apoiantes da maioria conservadora, invadirem o Parlamento e atacarem deputados da oposição, fazendo 77 feridos.

  • Polícia espanhola divulga imagens de operação anti-jihadista

    Mundo

    A polícia espanhola divulgou esta sexta-feira novas imagens da operação anti-jihadista levada a cabo na terça-feira em Barcelona. Sabe-se agora que dois dos nove suspeitos detidos podem estar relacionados com a célula terrorista de Bruxelas, responsável pelos ataques no Aeroporto de Zaventem e no metro da capital belga.

  • Menina que nasceu com três pernas já corre

    Mundo

    Uma criança do Bangladesh que cresceu com três pernas vai regressar a casa, depois de uma viagem até à Austrália, onde foi operada para retirar o membro a mais. Como resultado de um gémeo que não se formou por completo, a criança de três anos nasceu com uma terceira perna na pélvis. Alguns meses após a cirurgia, feita em novembro, a menina já corre.