sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Clinton acusa Trump de eventual ilegalidade em negócios cubanos

A candidata democrata à Casa Branca, Hillary Clinton, afirmou esta quinta-feira que o seu rival republicano, Donald Trump, pode ter violado as leis norte-americanas ao explorar oportunidades de negócio em Cuba em 1998.

"Hoje ficámos a saber dos seus esforços para fazer negócios em Cuba que parecem violar as leis dos Estados Unidos e que, sem dúvida, ridicularizam a política externa norte-americana", declarou Clinton, aos jornalistas.

A antiga secretária de Estado criticou ainda Trump por ter "enganado repetidamente as pessoas ao responder a perguntas sobre se estava a tentar fazer negócios em Cuba".

A Newsweek revelou esta quinta-feira que, em 1998, Trump explorou negócios em Cuba através da consultora Seven Arrows Investment and Development para contornar o embargo que proibia investimentos na ilha.

Segundo a revista, a Trump Hotels gastou pelo menos 60.000 euros para explorar oportunidades de negócio com o Governo de Fidel Castro utilizando uma consultora e ocultando os motivos sob argumentos humanitários.

Naquela altura, qualquer investimento na ilha sem a aprovação expressa da Administração norte-americana era ilegal, apesar de então existirem já pressões para flexibilizar as sanções económicas, algo que acabou por ocorrer apenas sob a presidência do democrata Barack Obama, que restabeleceu as relações diplomáticas entre Washington e Havana.

Em 1999, Trump, que dava os primeiros passos na política, proferiu um discurso diante da comunidade cubana de Miami (Florida) em que criticou Castro e afirmou que não investiria um dólar na ilha sem uma mudança de regime.

Fontes do Departamento do Tesouro garantiram à Newsweek que, embora não possam provar categoricamente que a empresa de Trump não recebeu autorização para investir em Cuba, a probabilidade de um casino norte-americano ter tentado gastar dinheiro na ilha era de "praticamente zero".

Há pouco mais de uma semana, Donald Trump prometeu que, caso seja eleito Presidente, irá reverter a abertura dos Estados Unidos relativamente a Cuba promovida por Obama a menos que haja "liberdades religiosas e políticas" na ilha.

Lusa

  • SIC faz-se à estrada para ouvir eleitores
    2:13
  • Furacão Maria ameaça Ilhas Virgens e Porto Rico

    Mundo

    O furacão Maria "potencialmente catastrófico" está a ameaçar as Ilhas Virgens e o Porto Rico, depois de esta terça-feira ter semeado a destruição na Dominica e provocado um morto e dois desaparecidos na ilha francesa de Guadalupe.

  • Pistolas Nerf podem causar graves lesões nos olhos

    Mundo

    As balas das pistolas Nerf, quando atingem os olhos, podem causar graves lesões. O aviso é de um grupo de médicos de Londres, que recomenda a utilização de óculos protetores e o aumento da idade mínima para a utilização dos brinquedos.

    SIC

  • Investigadores descobrem como transformar gordura "má" em gordura "boa"

    Mundo

    Uma equipa de investigadores da Universidade de Washington, Estados Unidos, descobriu como converter a gordura corporal "má" em gordura "boa", permitindo queimar mais calorias e atrasar o aumento de peso, num estudo conduzido em ratos. Estes resultados abrem caminho para a possibilidade de desenvolver tratamentos mais eficazes para a obesidade e para a diabetes associada ao aumento de peso em pessoas, segundo os autores.

  • Escola na Croácia usa imagem de Melania Trump para chamar alunos

    Mundo

    "Imagine até onde pode ir com um pouco de inglês", foi com estas palavras que uma escola de inglês da Croácia decidiu promover as suas aulas, juntando ainda a fotografia de Melania Trump ao placard do anúncio. Agora, a primeira-dama norte-americana ameaça levar o Instituo Americki a tribunal. Entretanto, o placard já foi retirado do local.

    SIC