sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Trump poderá ter escapado aos impostos durante 18 anos ao declarar perdas de milhões

O candidato republicano à Casa Branca poderá ter evitado, legalmente, pagar impostos durante mais de 20 anos ao declarar perdas de 916 milhões de dólares em 1995, segundo um artigo publicado no sábado pelo jornal New York Times.

A questão dos impostos de Donald Trump é considerada fundamental e ao mesmo tempo sensível, atendendo a que o magnata do imobiliário recusou até à data tornar públicas as suas declarações de impostos, uma prática tradicionalmente realizada pelos candidatos à presidência dos Estados Unidos por uma questão de transparência. A sua rival, Hillary Clinton, já divulgou a respetiva declaração de impostos.

O New York Times diz ter tido acesso, através de uma fonte anónima, à declaração fiscal de Donald Trump de 1995, um ano em que segundo o jornal, Donald Trump terá "declarado prejuízos de 916 milhões de dólares".

Apesar de não serem conhecidas as declarações fiscais dos anos seguintes, esse montante poderá ter permitido a Trump consolidar, dentro da legalidade, os 50 milhões de dólares no seu lucro tributável anual "durante 18 anos", ou seja, até 2013.

Os alegados elevados prejuízos encaixados por Trump serão devidos, segundo o New York Times, a negócios mal sucedidos no mundo dos casinos de Atlantic City, na costa leste, e a outros desastres no setor da hotelaria e transportes aéreos.

Questionado sobre o artigo do New York Times, o candidato não reagiu de imediato.

A sua equipa de campanha publicou um comunicado que não faz menção aos 916 milhões de dólares de prejuízos, mas no qual afirma que Donald Trump é "um homem de negócios talentoso" e que "não paga mais do que os impostos exigidos por lei".

A equipa de Trump acusou ainda o New York Times de ser "o prolongamento da campanha de Clinton, do Partido Democrático e dos seus interesses específicos".

Lusa

  • Jorge Sampaio dá as boas-vindas a 54 estudantes sírios que chegaram esta madrugada a Lisboa
    0:30

    País

    O avião da Força Aérea Portuguesa vindo de Beirute aterrou no Aeroporto Militar Figo Maduro, em Lisboa, às 4h30. Estes estudantes vão, numa primeira fase, frequentar um curso intensivo de português. Depois serão integrados em universidades e politécnicos de Lisboa, no âmbito do programa de bolsas de estudo de emergência para estudantes sírios dirigido por Jorge Sampaio.

  • Carlos César promete reforço da transparência de titulares de cargos políticos
    2:13

    País

    O recém re-eleito presidente do PS apontou reforço da transparência de titulares de cargos políticos como uma das prioridades do partido, no discurso que fez esta mmanhã no congresso socialista. Enquanto isso, à porta do Centro de Exposições da Batalha, lesados do BES esperavam Costa e César para exigir o cumprimento de promessa.

  • "Acabámos com o mito de que é a direita que sabe governar as finanças públicas"
    2:15
  • Conselhos sobre as novas regras de proteção de dados 
    2:08
  • Protestos em Gaza vão continuar promete Hamas
    1:19

    Mundo

    Na fronteira da Faixa de Gaza com Israel, dezenas de palestinianos ficaram feridos noutra sexta-feira de protesto contra o bloqueio israelita. O Hamas que controla o território diz que as manifestações vão continuar apesar da repressão.

  • Jogo é a 3.000 km de Madrid mas em Santiago de Bernabéu está tudo a postos para a festa
    1:49
  • Restaurantes para grávidas, rooftops e uma viagem pelo Douro vinhateiro
    12:58