sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Trump poderá ter escapado aos impostos durante 18 anos ao declarar perdas de milhões

O candidato republicano à Casa Branca poderá ter evitado, legalmente, pagar impostos durante mais de 20 anos ao declarar perdas de 916 milhões de dólares em 1995, segundo um artigo publicado no sábado pelo jornal New York Times.

A questão dos impostos de Donald Trump é considerada fundamental e ao mesmo tempo sensível, atendendo a que o magnata do imobiliário recusou até à data tornar públicas as suas declarações de impostos, uma prática tradicionalmente realizada pelos candidatos à presidência dos Estados Unidos por uma questão de transparência. A sua rival, Hillary Clinton, já divulgou a respetiva declaração de impostos.

O New York Times diz ter tido acesso, através de uma fonte anónima, à declaração fiscal de Donald Trump de 1995, um ano em que segundo o jornal, Donald Trump terá "declarado prejuízos de 916 milhões de dólares".

Apesar de não serem conhecidas as declarações fiscais dos anos seguintes, esse montante poderá ter permitido a Trump consolidar, dentro da legalidade, os 50 milhões de dólares no seu lucro tributável anual "durante 18 anos", ou seja, até 2013.

Os alegados elevados prejuízos encaixados por Trump serão devidos, segundo o New York Times, a negócios mal sucedidos no mundo dos casinos de Atlantic City, na costa leste, e a outros desastres no setor da hotelaria e transportes aéreos.

Questionado sobre o artigo do New York Times, o candidato não reagiu de imediato.

A sua equipa de campanha publicou um comunicado que não faz menção aos 916 milhões de dólares de prejuízos, mas no qual afirma que Donald Trump é "um homem de negócios talentoso" e que "não paga mais do que os impostos exigidos por lei".

A equipa de Trump acusou ainda o New York Times de ser "o prolongamento da campanha de Clinton, do Partido Democrático e dos seus interesses específicos".

Lusa

  • Não há risco de colapso do viaduto de Alcântara
    1:35

    País

    O desvio de um pilar do viaduto de Alcântara obrigou esta quarta-feira ao corte do trânsito e da circulação de comboios da linha de Cascais. O estrago terá sido provocado por um camião que embateu na estrutura. A circulação ferroviária foi retomada a meio da manhã, mas o viaduto só será reaberto esta quinta-feira.

  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Romeu e Julieta nasceram no mesmo dia e no mesmo hospital

    Mundo

    Na Carolina do Sul, nos EUA, dois bebés tinham o parto marcado para 26 de março mas decidiram nascer mais cedo: exatamente no mesmo dia, apenas com uma diferença de 18 horas. Os pais não se conheciam e, curiosamente, deram o nome aos recém nascidos de Romeo e Juliet (em português, Romeu e Julieta).

  • Gelo nos polos recua para recordes mínimos

    Mundo

    A extensão de gelo polar dos oceanos Ártico e Antártico atingiu recordes mínimos a 13 de fevereiro, perdendo o equivalente a uma área maior do que o México, informou esta quarta-feira a agência espacial norte-americana NASA.

  • Túmulo de Jesus Cristo restaurado

    Mundo

    Após 10 meses de obras de restauro, o túmulo onde Jesus Cristo terá sido sepultado foi esta quarta-feira revelado numa cerimónia na igreja do Santo Sepulcro, em Jerusalém.