sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

De Niro diz que Trump é "estúpido", "porco" e "aldrabão"

O ator Robert de Niro considera que o candidato à Presidência dos EUA Donald Trump é "estúpido" e "aldrabão", num vídeo divulgado no sábado por meios de comunicação social norte-americanos.

De Niro crítica com insultos Trump num vídeo que inicialmente deveria integrar a campanha institucional "Vote Your Future", de apelo à participação dos norte-americanos nas eleições presidenciais de 08 de novembro.

Dado o conteúdo das suas declarações, o vídeo com Robert de Niro foi excluído da campanha, em que participam vários famosos, mas foi divulgado no sábado por meios de comunicação social.

"Ele é tão descaradamente estúpido", diz o ator na gravação, qualificando ainda Trump como "aldrabão", "porco", "um artista da mentira", que "não sabe do que fala" e não se prepara, que "goza com a sociedade" e não paga impostos.

Robert de Niro cita o ex-secretário de Estado Colin Powell e diz que Trump, candidato à Casa Branca pelo Partido Republicano, "é um desastre nacional" e "uma vergonha" para os Estados Unidos da América.

O ator diz-se irritado por o seu país "ter chegado a um ponto" em que "este idiota chega onde está" e afirma ter vontade de lhe dar um murro na cara.

Este vídeo foi gravado antes de ter sido divulgada uma gravação com mais de dez anos em que Trump fala sobre as mulheres de forma considerada vulgar e ofensiva e que já custou ao candidato, no sábado, a retirada de apoios de peso do Partido Republicano e apelos a que desista da corrida à Casa Branca.

Com Lusa

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Segunda-feira no Jornal da Noite