sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Clinton ganhou debate e Trump melhorou, segundo sondagem CNN

Os inquiridos pelo canal televisivo CNN consideraram que a candidata democrata à Casa Branca Hillary Clinton venceu o debate de domingo com o rival Donald Trump, apesar de admitirem que o republicano melhorou em relação ao frente-a-frente anterior.

Dos 537 inquiridos, uma amostra "ligeiramente enviesada" para o lado democrata, segundo reconheceu a própria CNN, 57% respondeu que Clinton venceu o debate, enquanto 34% disse ter sido Trump.

Entre os entrevistados, 63% considerou, no entanto, que o magnata teve melhor prestação do que no primeiro debate, há duas semanas.

Já 15% respondeu que o desempenho de Trump foi semelhante e 21% que esteve pior.

No caso de Clinton, 39% disse que a sua prestação melhorou, 34% que foi igual e 26% que piorou.

Apesar de perder por mais de 20 pontos, o empresário nova-iorquino melhorou os números em relação ao primeiro debate, em que apenas 27% considerou que venceu, enquanto 62% optou por Clinton.

As eleições presidenciais norte-americanas realizam-se em novembro.

Lusa

  • A casa dos horrores
    7:57
  • PGR e presidente do Supremo deixam recado à ministra da Justiça
    2:45

    País

    Durante a abertura do ano judicial, a Procuradora-Geral da República e o presidente do Supremo Tribunal aproveitaram para deixar um recado à ministra da Justiça: é urgente aprovar o novo estatuto de juízes e magistrados. O presidente do Supremo diz que é injusta a má imagem da Justiça e pediu contenção aos magistrados.

  • Rui Rio tem sentido "alguma turbulência" no PSD
    2:01

    País

    Rui Rio e Pedro Passos Coelho tiveram esta quinta-feira a primeira reunião, desde que foi eleito o novo líder do PSD. À saída, Passos Coelho desejou que esta transição decorra com naturalidade. Já Rui Rio disse que tem sentido alguma turbulência no partido.

  • Sindicatos rejeitam fim das baixas médicas até três dias
    2:02

    País

    A CGTP quer levar o tema das baixas médicas à Concertação Social, já a UGT diz que há outras matérias prioritárias. Ainda assim as duas centrais sindicais lembram que a não justificação de faltas pode dar origem a um despedimento por justa causa. Esta quinta-feira o bastonário da Ordem dos Médicos propôs ao Governo que acabe com as baixas de curta duração, até três dias.

  • Papa interrompe percurso no Chile para ajudar polícia
    0:21