sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Duas mulheres denunciam abusos de Trump, ele nega acusações

Saul Loeb

Duas mulheres disseram na quarta-feira ao jornal The New York Times que foram vítimas de abusos do candidato à Presidência dos Estados Unidos Donald Trump, que já negou as acusações.

As denúncias relatam um caso ocorrido há mais de três décadas, num avião, e outro em 2005, num elevador.

Jessica Leeds, hoje com 74 anos, disse ao jornal norte-americano que Donald Trump viajou com ela num avião, em primeira classe, e que a apalpou, poucos minutos após a descolagem e sem que se conhecessem.

"Era um polvo", disse, sublinhando que "foi uma agressão" e que quando o empresário lhe tocou se levantou e mudou de lugar no avião para se afastar do candidato à Casa Branca nas eleições de novembro.

O segundo relato é de Rachel Crooks, que conta que em 2005 se apresentou ao empresário quando os dois entraram no mesmo elevador da Torre Trump, em Nova Iorque, dado que a empresa em que trabalhava tinha negócios com o milionário.

Rachel Crooks diz que a resposta de Trump foi beijá-la na boca, naquilo que considera ter sido uma violação.

Foi em 2005 que foi gravado o vídeo divulgado na semana passada em que Trump fala das mulheres em termos considerados vulgares e ofensivos, que originaram muitas críticas e levaram à retirada de apoios à sua candidatura por parte de destacados membros do Partido Republicano.

Segundo o The New York Times, Trump foi informado na terça-feira sobre estes relatos e negou que sejam verdadeiros.

Entretanto, e depois da publicação destes casos, também um porta-voz da campanha de Trump considerou "ficção" o artigo do The New York Times, a quem acusa de "lançar uma difamação coordenada e completamente falsa" contra o candidato à Casa Branca.

Para além destes dois casos, uma terceira mulher da Florida relatou na quarta-feira a um jornal local que Trump a apalpou em 2003, quando o milionário tinha a seu lado Melania Trump, com quem depois casou.

Lusa

  • Marcelo saúda "forma rápida" como Conselho de Ministros "tratou de tudo"
    1:03

    País

    O Presidente da República lembra que é preciso convergência de forma a adotar rapidamente as medidas mais urgentes do plano de emergência. No concelho de Tábua, Marcelo Rebelo de Sousa destacou ainda os esforços do Conselho de Ministros, mas lembrou que as medidas anunciadas são apenas o início de um processo e não o fim.

  • TAP recruta mais assistentes de bordo
    2:40

    Economia

    A TAP assegura que, até ao final de outubro, os problemas com falta de tripulação vão terminar. Até ao final do ano vão ser contratados novos assistentes de bordo, mas o sindicato diz que não chega.

  • "Um ataque e uma humilhação contra o povo catalão"
    1:35