sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Vitória de Trump no Twitter no primeiro debate contou com a ajuda de robôs

© Mike Segar / Reuters

Realiza-se esta quarta-feira o último debate entre Hillary Clinton e Donald Trump. Na véspera do derradeiro confronto entre os candidatos às presidenciais nos EUA, ficou a saber-se que durante o primeiro frente a frente, no qual Trump registou um elevado número de tweets favoráveis, mais de um terço pode ter sido publicado de forma automática. Tudo indica que estes votos tenham sido processados por máquinas e não por utilizadores reais.

De acordo com um estudo da Universidade de Oxford, divulgado pelo site The Next Web, 32,7% dos tweets pro-Trump publicados na noite do debate e nos quatro dias seguintes foram processados por máquinas (bots) e não por utilizadores reais.

Os autores da pesquisa alertam para a capacidade deste tipo de software na "manipulação da opinião pública". Na verdade, a ideia que ficou foi a de que pelo menos no Twitter Trump tinha vencido o debate, de forma esmagadora. Sabe-se agora que, como em muitas outras matérias, o candidato republicano terá tratado de produzir uma realidade encapotada.

O relatório da Universidade de Oxford está a ser contestado por apoiantes de Trump que dizem ser impossível ter certezas sobre as características das contas do Twitter, se pertencem a utilizadores de carne e osso ou a robôs, máquinas que processam os tweets para que estão programadas.

A notícia está a gerar, naturalmente, inúmeros comentários na rede social.

  • Greve pode levar ao adiamento de cirurgias e consultas
    0:46

    Economia

    O Sindicato dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais do Norte estima uma adesão de 100% no turno da noite do Hospital Santos Silva, em Gaia, e de 60% no São João, no Porto. A paralisação poderá levar ao adiamento de cirurgias e consultas.

  • Oliveira Costa "era incompetente para todos os lugares em que eu o vi"
    3:12

    Quadratura do Círculo

    O caso BPN esteve em destaque no programa Quadratura do Circulo desta quinta-feira. Pacheco Pereira relembrou que os maiores prejuízos são posteriores à nacionalização e responsabiliza José Sócrates. O Jorge Coelho disse que se fez justiça e que é uma prova que o Estado de direito português está a funcionar. Lobo Xavier garantiu também que Oliveira Costa era incompetente por natureza.

  • "O Brasil não parou e não vai parar"
    1:33

    Mundo

    O Presidente do Brasil diz ter condições para continuar à frente do Palácio do Planalto. Num vídeo publicado no Twitter, Michel Temer garante que o país não parou, nem vai parar, mas há uma nova gravação que pode comprometer o futuro do chefe de Estado.

  • Trump empurra líder do Montenegro para ficar à frente na fotografia

    Mundo

    A reunião de líderes dos Estados-membros da NATO, que decorreu esta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica, ficou marcada por um momento insólito em que o Presidente norte-americano não quis abdicar de ficar no melhor plano possível nas fotografias de grupo. Nem que para isso tenha sido necessário empurar o líder de outro país.

  • O humor de John Kerry nas críticas a Trump
    0:40

    Mundo

    John Kerry criticou as ligações de Donald Trump com a Rússia durante um discurso de abertura, na Universidade de Harvard. O ex-secretário de Estado norte-americano disse, em tom de brincadeira, que se os jovens querem vingar na política, devem primeiro aprender a falar russo.

  • O papel da religião no quotidiano
    24:57
  • Marcelo na peregrinação de Nossa Senhora de Fátima no Luxemburgo

    Mundo

    O Presidente da República participou esta quinta-feira, a título privado, na peregrinação em honra de Nossa Senhora de Fátima, na cidade luxemburguesa de Wiltz. Milhares de portugueses receberam Marcelo Rebelo de Sousa, que assistiu à missa e, durante alguns minutos, participou na procissão.