sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Trump vai deixar "todos os negócios" para se dedicar à Presidência dos EUA  

Donald Trump vai deixar "todos os negócios" para se focar na Presidência dos Estados Unidos. Através da rede social Twitter, o Presidente eleito anunciou uma conferência de imprensa com a família a 15 de dezembro. Trump continua a trabalhar na formação da sua equipa para a Casa Branca. Steven Mnuchin foi anunciado, esta manhã, como secretário do Tesouro norte-americano.

Trump vai delegar nos filhos a função de gerir as participações que detém nas mais de 500 empresas , espalhadas por 25 países. De acordo com a declaração financeira entregue durante a campanha à Comissão Federal Eleitoral, a fortuna de Trump será superior a 9,4 milhões de euros.

Na constituição da nova equipa para a futura administração norte-americana, Trump indicou também o nome de Wilbur Ross para secretário do Comércio.

Steven Mnuchin foi o diretor financeiro da campanha republicana e é agora nomeado para a Casa Branca.

Em entrevista à CNBC, Mnuchin e Ross anunciaram alguns dos planos em agenda, incluindo o que Mnuchin classificou como a maior revisão tributária desde a administração Ronald Reagan. Ambos confirmaram que foram escolhidos para os cargos.

"Nós pensamos que, cortando impostos para empresas, criaremos um grande crescimento económico", disse Mnuchin na entrevista.

"Os impostos são muito complicados e as pessoas passam muito tempo a preocupar-se com maneiras de torná-los menores", referiu o futuro secretário do Tesouro.

Steven Mnuchin tem um curriculum muito diversificado. Foi diretor de informática da Goldman Sachs, na área financeira trabalhou também com George Soros, lançou o fundo de investimento Dune Capital. Depois de deixar a banca foi para o setor do entretenimento, para se dedicar à produção de filmes, através da RatPac Entertainment.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.