sicnot

Perfil

Eleições França 2017

Sete em cada dez franceses querem que Fillon abandone a corrida à presidência

© Christian Hartmann / Reuters

Sete em cada dez (70%) franceses defendem que o candidato da direita à presidência, François Fillon, deve retirar-se da corrida, devido ao alegado desvio de fundos públicos, segundo uma sondagem divulgada esta sexta-feira.

Há uma semana, 60% dos inquiridos defendiam que o ex-primeiro-ministro devia desistir da candidatura, segundo a sondagem do instituto Odoxa para a emissora France Info.

Mesmo entre os inquiridos que dizem ser de direita, 61% afirmam que Fillon deve abandonar a corrida.

Fillon está a ser investigado depois de o semanário satírico Le Canard Enchaîné ter noticiado que, enquanto deputado, criou um emprego fictício para a mulher, Penelope Fillon, e para dois dos filhos, que lhes permitiu receber centenas de milhares de euros de fundos parlamentares.

Na segunda-feira, Fillon deu uma conferência de imprensa na qual pediu "perdão por ter cometido o erro de trabalhar com familiares, privilegiando uma colaboração de confiança", mas negou que os empregos fossem fictícios.

Na sondagem divulgada esta sexta-feira, 79% dos inquiridos - e 61% dos simpatizantes de direita - disseram não ter ficado convencidos com as explicações do candidato.

Além disso, 74% dos inquiridos tem má opinião de Fillon, mais 29 pontos percentuais que em novembro.

Se Fillon vier a decidir desistir, um em cada dois inquiridos considera que deve ser substituído na corrida por Alain Juppé, que Fillon derrotou nas primárias da direita, 15% preferem o ex-ministro François Baroin e 13% o presidente da região norte, Xavier Bertrand.

Antes do caso revelado a 26 de janeiro pelo Canard Enchaîné, François Fillon era um dos favoritos às presidenciais e as sondagens colocavam-no como provável adversário da líder da extrema-direita, Marine Le Pen, na segunda volta.

Segundo uma sondagem do instituto Ifop publicada na terça-feira, a segunda volta vai ser disputada entre Marine Le Pen e Emmanuel Macron.
As presidenciais de França estão marcadas para 23 de abril e 7 de maio.

Lusa

  • Obrigada a vir dos EUA, de 3 em 3 semanas, para ver o filho
    2:00
  • Marcelo diz que Europa não deve contar com benevolência dos aliados 
    1:19

    País

    O Presidente da República concorda com Angela Merkel, que este domingo defendeu que a Europa já não pode confiar a 100% nos países aliados. Numa conferência sobre o futuro da Europa, Marcelo Rebelo de Sousa defendeu que a União Europeia tem de assumir responsabilidades e protagonismo e não pode contar com a iniciativa e a benevolência dos aliados.

  • Novos casos de tuberculose caíram para metade

    País

    Portugal reduziu para metade o número de novos casos de tuberculose entre 2000 e 2016, segundo um relatório hoje divulgado, que mostra que, no ano passado, a taxa de incidência da doença foi de 18 por 100 mil habitantes.

  • Julgamento de Pedro Dias só deve começar após as férias judiciais
    2:59

    País

    O Tribunal da Guarda vai juntar o homicídio de Liliane Pinto ao processo principal dos crimes de Aguiar da Beira. Pedro Dias será interrogado em julho, mas o julgamento só deve começar depois das férias judiciais. No interrogatório judicial de 10 de novembro do ano passado, Pedro Dias ficou em silêncio.

  • Merkel sugere que a Europa já não pode contar com aliados como os EUA
    1:45

    Mundo

    Depois das cimeiras do G7 e da NATO,e sem nunca mencionar Donald Trump, a chanceler alemã diz que é tempo de cada país tomar conta do próprio destino. As declarações de Angela Merkel foram feitas em Munique numa ação de campanha da CDU e evidenciam incómodo em relação às posições manifestadas pelos EUA.

  • Bombeiro alvejado durante assalto em Buenos Aires
    1:07

    Mundo

    A polícia argentina está a investigar o assalto e a agressão a tiro a um bombeiro em Buenos Aires. O homem de 30 anos foi atacado por três jovens, o momento foi captado pelas câmaras de videovigilância. As imagens mostram o exato momento em que o bombeiro foi atacado pelo grupo, perto de um quiosque de alimentação automático. De acordo com as informações disponíveis, a vítima terá sido alvejada seis vezes.