sicnot

Perfil

Eleições França 2017

"É preciso atacar o mal pela raiz"

"É preciso atacar o mal pela raiz"

Marine Le Pen voltou a focar o discurso no tema da segurança e do terrorismo. Numa entrevista, esta quinta-feira à noite, a líder da extrema-direita francesa defendeu que é preciso um maior controlo das fronteiras, uma aposta nas forças de segurança e uma resposta mais rápida ao terrorismo islâmico.

  • "Não há Europa sem França"
    0:59

    Eleições França 2017

    Jean-Luc Mélenchon voltou a defender uma renegociação total dos tratados europeus. O candidato considerado de extrema esquerda disse que, caso contrário, a França deve sair da União Europeia, mas fez questão de lembrar que a Europa não existe sem França.

  • Marine Le Pen, a advogada que sucedeu ao pai
    2:14

    Eleições França 2017

    Marine Le Pen não podia ter sido mais clara: se vencer, fecha as fronteiras. A candidata às presidenciais repete o discurso anti-Europa e anti-islão que tem marcado a carreira política, e promete restaurar as soberania monetária, económica, territorial e legislativa. Este é o perfil político da advogada de 48 anos que sucedeu ao pai, o fundador do partido, Jean-Marie Le Pen. A candidata moderou o discurso do pai, mas manteve a ideologia nacionalista a anti-islão.

  • Passos nega que resultado das autárquicas ponham em causa liderança do PSD
    7:46
  • PS e PSD trocam acusações sobre Tancos
    1:18
  • Homens vítimas de violência doméstica
    31:17
  • Marcelo mergulha na baía de Luanda
    0:45
  • Marcelo garante que relações com Angola "estão vivas"
    1:50

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou esta segunda-feira as boas relações entre Portugal e Angola. À chegada a Luanda para a posse do novo Presidente angolano João Lourenço, o chefe de Estado português aproveitou para tomar um banho de mar.

  • Défice chegou aos 2.034 milhões em agosto
    1:51

    Economia

    O défice do Estado caiu 1.900 milhões de euros até agosto, em comparação com o ano passado. A recuperação da economia ajudou a baixar o défice, com mais receitas e impostos acima do esperado. Já a despesa pública ficou praticamente inalterada e os pagamentos do Estado em atraso subiram.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.