sicnot

Perfil

Eleições França 2017

Mélenchon manteve campanha apesar do ataque em Paris

Enviados SIC

Mélenchon manteve campanha apesar do ataque em Paris

O atentado desta quinta-feira em Paris alterou os planos dos candidatos para este último dia de campanha. Ao centro e à direita, Marine Le Pen, Emmanuel Macron e François Fillon anularam todas as ações de campanha. Contudo, à esquerda, Benoit Hamon e Jean-Luc Mélenchon continuaram esta sexta-feira na caça ao voto.

  • "Não há Europa sem França"
    0:59

    Eleições França 2017

    Jean-Luc Mélenchon voltou a defender uma renegociação total dos tratados europeus. O candidato considerado de extrema esquerda disse que, caso contrário, a França deve sair da União Europeia, mas fez questão de lembrar que a Europa não existe sem França.

  • Ataque terrorista a três dias das eleições
    3:07

    Mundo

    França entra no último dia de campanha em ambiente de revolta e consternação. O Daesh reivindicou o ataque de ontem à noite, mas atribui a autoria a um indivíduo que as autoridades ainda não identificaram. A polícia francesa deteve três familiares de Karim Cheurfi, suspeito do ataque que causou a morte a um polícia e fez três feridos. 

  • Famílias das vítimas de Pedrógão criam associação para apurar responsabilidades
    2:13
  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15