sicnot

Perfil

Eleições França 2017

Marcelo felicita Macron por uma vitória para a França e a Europa

FILIPA BERNARDO

O Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa felicitou este domingo Emmanuel Macron pela histórica eleição, considerando que esta escolha representa uma vitória para a França e Europa e dos mais elementares valores da Liberdade, Igualdade e Fraternidade.

Através de uma mensagem telegráfica à qual a agência Lusa teve acesso, o chefe de Estado transmitiu a Emmanuel Macron, em seu nome e "em nome de todos os portugueses, as mais sentidas felicitações pela histórica eleição" como Presidente da República Francesa.

"O povo francês decidiu hoje, sábia e soberanamente, eleger vossa excelência para o mais alto cargo da nação. Esta escolha em vossa excelência representa uma vitória para a França e para a Europa, e igualmente uma vitória da democracia e do estado de direito. Uma vitória dos mais elementares valores da liberdade, igualdade e fraternidade que fizeram da França uma referência no mundo", enfatizou.

Na opinião de Marcelo Rebelo de Sousa, estes são os "valores que alimentaram o rasgo de intelectuais portugueses e que serviram de farol a inúmeros emigrantes portugueses que, em épocas de maior privação, escolheram França como seu destino".

"Registo com apreço o acolhimento então sentido, a hospitalidade e a determinação das autoridades francesas em promover uma adequada integração", recordou.

O Presidente da República realçou ainda "o sucesso desses emigrantes de então, a que se juntam tantos outros nos dias de hoje, de cariz e formação distintas".

"Apraz-me registar que todos eles contribuem ativamente para o progresso económico e social de França, como aliás pude testemunhar ao celebrar, pela primeira vez na história, o Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas no ano passado em Paris", salientou.

Lusa

  • Homens vítimas de violência doméstica
    31:17
  • Jogo entre FC Porto e Mónaco, reencontro de jogadores e técnicos
    1:18
  • Explosão do vulcão Agung é certa, mas é impossível saber quando
    1:24