sicnot

Perfil

Eleições França 2017

Vários meios impedidos de entrar na sede de campanha de Le Pen

Pascal Rossignol

Uma dezena de meios de comunicação denunciou este domingo não ter sido autorizada a entrar na sede de campanha da candidata presidencial de extrema-direita, Marine Le Pen, que alegou falta de espaço, segundo o diário Libération.

Jornalistas do semanário Charlie Hebdo, dos digitais Médiapart, Rue89, Buzzfeed e Les Jours, do programa Quotidien e do canal privado TF1 e de vários meios estrangeiros disseram não ter recebido a acreditação para acompanhar esta noite no Chalet du Lac, a sede de campanha de Marine Le Pen.

"Por solidariedade para com os nossos companheiros, a redação do Libération, que na altura em que escreve estas linhas não sabe se foi afetada por esta medida, decidiu não ir à noite organizada pelo partido de direita radical", avançou o jornal a meio da tarde na sua edição 'online'.

O 'Libération', cujo boicote foi também partilhado pela revista Les Inrocks, disse na sua página na internet que "essas medidas antidemocráticas e contrárias à liberdade de expressão devem parar, bem como a intimidação dos jornalistas nos encontros".

O jornal escreve também que não é a primeira vez que a Frente Nacional (FN) veta o acesso aos seus encontros e que normalmente isto acontece a "um ou dois meios, raramente mais, mas desta vez uma dezena de meios foi impedida de fazer o seu trabalho".

O Chalet du Lac tem capacidade para cerca de 1.400 pessoas, muito abaixo das 10.000 pessoas que a Esplanada du Louvre, a sede de campanha do liberal Emmanuel Macron, pode acolher.

Lusa

  • Bernardo Silva no City? O que Pep Guardiola disse ao português na Champions
    0:34
  • A promessa e a peregrinação do Presidente no Luxemburgo
    2:28
  • "O Brasil não parou e não vai parar"
    1:33

    Mundo

    O Presidente do Brasil diz ter condições para continuar à frente do Palácio do Planalto. Num vídeo publicado no Twitter, Michel Temer garante que o país não parou, nem vai parar, mas há uma nova gravação que pode comprometer o futuro do chefe de Estado.

  • Trump empurra líder do Montenegro para ficar à frente na fotografia

    Mundo

    A reunião de líderes dos Estados-membros da NATO, que decorreu esta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica, ficou marcada por um momento insólito em que o Presidente norte-americano não quis abdicar de ficar no melhor plano possível nas fotografias de grupo. Nem que para isso tenha sido necessário empurar o líder de outro país.

  • O humor de John Kerry nas críticas a Trump
    0:40

    Mundo

    John Kerry criticou as ligações de Donald Trump com a Rússia durante um discurso de abertura, na Universidade de Harvard. O ex-secretário de Estado norte-americano disse, em tom de brincadeira, que se os jovens querem vingar na política, devem primeiro aprender a falar russo.

  • O papel da religião no quotidiano
    24:57