sicnot

Perfil

Eleições França 2017

Vários meios impedidos de entrar na sede de campanha de Le Pen

Pascal Rossignol

Uma dezena de meios de comunicação denunciou este domingo não ter sido autorizada a entrar na sede de campanha da candidata presidencial de extrema-direita, Marine Le Pen, que alegou falta de espaço, segundo o diário Libération.

Jornalistas do semanário Charlie Hebdo, dos digitais Médiapart, Rue89, Buzzfeed e Les Jours, do programa Quotidien e do canal privado TF1 e de vários meios estrangeiros disseram não ter recebido a acreditação para acompanhar esta noite no Chalet du Lac, a sede de campanha de Marine Le Pen.

"Por solidariedade para com os nossos companheiros, a redação do Libération, que na altura em que escreve estas linhas não sabe se foi afetada por esta medida, decidiu não ir à noite organizada pelo partido de direita radical", avançou o jornal a meio da tarde na sua edição 'online'.

O 'Libération', cujo boicote foi também partilhado pela revista Les Inrocks, disse na sua página na internet que "essas medidas antidemocráticas e contrárias à liberdade de expressão devem parar, bem como a intimidação dos jornalistas nos encontros".

O jornal escreve também que não é a primeira vez que a Frente Nacional (FN) veta o acesso aos seus encontros e que normalmente isto acontece a "um ou dois meios, raramente mais, mas desta vez uma dezena de meios foi impedida de fazer o seu trabalho".

O Chalet du Lac tem capacidade para cerca de 1.400 pessoas, muito abaixo das 10.000 pessoas que a Esplanada du Louvre, a sede de campanha do liberal Emmanuel Macron, pode acolher.

Lusa

  • Passos nega que resultado das autárquicas ponham em causa liderança do PSD
    7:46
  • PS e PSD trocam acusações sobre Tancos
    1:18
  • Homens vítimas de violência doméstica
    31:17
  • Marcelo mergulha na baía de Luanda
    0:45
  • Marcelo garante que relações com Angola "estão vivas"
    1:50

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou esta segunda-feira as boas relações entre Portugal e Angola. À chegada a Luanda para a posse do novo Presidente angolano João Lourenço, o chefe de Estado português aproveitou para tomar um banho de mar.

  • Défice chegou aos 2.034 milhões em agosto
    1:51

    Economia

    O défice do Estado caiu 1.900 milhões de euros até agosto, em comparação com o ano passado. A recuperação da economia ajudou a baixar o défice, com mais receitas e impostos acima do esperado. Já a despesa pública ficou praticamente inalterada e os pagamentos do Estado em atraso subiram.

  • EUA negam ter declarado guerra à Coreia do Norte

    Mundo

    Os Estados Unidos negaram esta segunda-feira ter declarado guerra à Coreia do Norte e frisaram que Pyongyang não pode disparar contra os seus aviões em águas internacionais, em resposta a uma ameaça do ministro dos Negócios Estrangeiros norte-coreano.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.