sicnot

Perfil

Eleições França 2017

PCP valoriza rejeição de Le Pen mas teme aprofundamento "neoliberal"

O Partido Comunista Português valorizou hoje, em comunicado, a rejeição pelos franceses de Marine Le Pen e do "seu projeto de extrema-direita e xenofobia", mas declarou temer, com Emmanuel Macron, um "aprofundamento do rumo neoliberal" no país.

"Salientando positivamente a rejeição pelo povo francês de Marine Le Pen e do seu projeto de extrema-direita e xenofobia, a eleição de Emmanuel Macron como Presidente de França representa o aprofundamento das políticas que são causa da atual crise económica e social em França e da manutenção dos fatores que alimentam o crescimento da extrema-direita neste país", advogam os comunistas no texto hoje enviado às redações.

Emmanuel Macron, que venceu as eleições presidenciais no domingo, "não representa qualquer virar de página", diz o PCP, "mas sim a intensificação do programa de exploração e de retrocesso social em França e de aprofundamento do rumo neoliberal, militarista e federalista da União Europeia (UE)".

O PCP considera ainda que os resultados do sufrágio "expressam o descontentamento e o protesto do povo francês face às políticas que a direita e a social-democracia têm levado a cabo em França e na UE", expressando ainda "solidariedade à luta dos trabalhadores e do povo francês em defesa dos seus direitos e soberania".

O Presidente francês, François Hollande, anunciou hoje que a tomada de posse do presidente eleito, Emmanuel Macron, se realiza no domingo.
Hollande e Macron apareceram hoje juntos em público pela primeira vez desde que Emmanuel Macron se demitiu do cargo de ministro da Economia do governo de Hollande, em agosto, para lançar a sua candidatura presidencial.

O candidato independente centrista venceu a segunda volta das presidenciais, no domingo, com 66,1% dos votos, derrotando a candidata da extrema-direita, Marine Le Pen, que obteve 33,9%, segundo resultados totais divulgados hoje pelo Ministério do Interior.

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.