sicnot

Perfil

Escândalo Renault

Escândalo Renault

Escândalo Renault

Governo francês reclama ação imediata da Renault para reduzir emissões

A ministra francesa do Ambiente, Ségolène Royal, reivindicou hoje uma ação imediata do fabricante Renault para reduzir as emissões dos seus veículos, mesmo antes das conclusões finais da comissão técnica, esperadas até ao verão.

© Philippe Wojazer / Reuters

"Sem esperar as conclusões, a Renault tem de reagir imediatamente para ajustar os seus motores às normas", disse Ségolène Royal, em entrevista publicada pelo "Le Parisien".

A ministra reconheceu que, de acordo com as primeiras investigações da comissão técnica, criada em França em setembro no âmbito do escândalo Volkswagen, não foi possível provar qualquer falsificação voluntária nos 22 automóveis de oito fabricantes submetidos a testes.

Mas destacou que as normas das emissões dos poluentes dióxido de carbono e óxido nitroso foram ultrapassadas em veículos Renault de "pelo menos dois construtores estrangeiros".

Na quinta-feira, a Renault foi alvo de buscas relacionadas com suspeitas de fraudes nas emissões poluentes, provocando uma queda de mais de 20% nas ações do fabricante automóvel francês na bolsa de Paris.

O alvo da investigação foram fábricas de motores da marca francesa o que sugere, segundo o sindicato que denunciou a realização das buscas, que estas "estão ligadas às consequências do escândalo da Volkswagen".

No seguimento do escândalo das emissões poluentes na Volkswagen, a Renault disse no mês passado que iria investir 50 milhões de euros para aproximar as emissões nos testes com a condução real.

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.