sicnot

Perfil

Escândalo Volskwagen

Escândalo Volskwagen

Escândalo Volkswagen

Justiça alemã vai investigar escândalo Volkswagen

A Justiça alemã abriu hoje uma investigação preliminar à questão de a Volkswagen ser acusada de ter falseado os dados sobre as emissões dos seu carros a gasóleo, noticia a AFP.

© Dado Ruvic / Reuters

A Procuradoria-Geral alemã decidiu investigar a Volkswagen "em conexão com as acusações de manipulação de emissões dos veículos a gasóleo", revelou hoje em comunicado o promotor de Brunswick, a norte da Alemanha.

O mesmo comunicado refere que, nesta fase, se vai fazer uma "recolha e avaliação de todas as informações", bem como "de várias queixas" apresentadas contra o fabricante, desde o surgimento do escândalo.

A Agência de Proteção do Meio Ambiente dos Estados Unidos acusou na sexta-feira a empresa de falsear o desempenho dos motores em termos de emissões de gases poluentes através de um 'software' incorporado no veículo, enfrentando uma multa que pode ir até aos 18 mil milhões de dólares (cerca de 15,9 mil milhões de euros ao câmbio de hoje).

Na terça-feira, a Volkswagen anunciou que mais de 11 milhões de carros a gasóleo em todo o mundo foram equipados com o tipo de motor que poderia distorcer os dados de emissões.

Lusa

  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01
  • Dissolução da União Soviética aconteceu há 25 anos

    Mundo

    Assinalaram-se esta quinta-feira 25 anos desde o fim do acordo que sustentava a União Soviética. A crise começou em 80, mas aprofundou-se nos anos 90 com a ascensão de movimentos nacionalistas em praticamente todas as repúblicas soviéticas.