sicnot

Perfil

Escândalo Volskwagen

Escândalo Volskwagen

Escândalo Volkswagen

Skoda tem 1,2 milhões de veículos equipados com dispositivo fraudulento

O construtor automóvel Skoda, que pertence ao grupo Volkswagen, anunciou hoje que 1,2 milhões dos seus veículos estão equipados com o dispositivo que permite manipular as emissões poluentes.

© David W Cerny / Reuters

"Posso confirmar que na marca Skoda estão envolvidos cerca de 1,2 milhões de veículos à escala mundial" fabricados no passado, disse à AFP o porta-voz do construtor checo, Jozef Balaz.

Há 10 dias, a Agência de Proteção do Meio Ambiente dos Estados Unidos acusou a Volkswagen de falsear o desempenho dos motores em termos de emissões de gases poluentes através de um 'software' incorporado no veículo.

Dois dias depois, a Volkswagen reconheceu ter falseado os dados e na terça-feira passada anunciou que 11 milhões de veículos do grupo em todo o mundo têm equipamento que permite alterar o desempenho dos motores em termos de emissões para a atmosfera, um escândalo que já levou à demissão presidente executivo do grupo, Martin Winterkorn, substituído por Matthias Mueller.

Em causa está o motor a diesel EA 189.

Com Lusa

  • PSD e CDS assinalam 36º aniversário da morte de Francisco Sá Carneiro
    1:38

    País

    O presidente do PSD deixou críticas ao Partido Comunista, este domingo, a propósito do aniversário da morte de Francisco Sá Carneiro. Pedro Passos Coelho lembrou os festejos dos comunistas na altura, numa resposta a quem questionou a abstenção dos sociais-democratas ao voto de pesar a Fidel Castro, que o PCP levou ao Parlamento. Este domingo, tanto o PSD como o CDS-PP prestaram homenagem a Sá Carneiro e Adelino Amaro da Costa.