sicnot

Perfil

Escândalo Volskwagen

Escândalo Volskwagen

Escândalo Volkswagen

Skoda tem 1,2 milhões de veículos equipados com dispositivo fraudulento

O construtor automóvel Skoda, que pertence ao grupo Volkswagen, anunciou hoje que 1,2 milhões dos seus veículos estão equipados com o dispositivo que permite manipular as emissões poluentes.

© David W Cerny / Reuters

"Posso confirmar que na marca Skoda estão envolvidos cerca de 1,2 milhões de veículos à escala mundial" fabricados no passado, disse à AFP o porta-voz do construtor checo, Jozef Balaz.

Há 10 dias, a Agência de Proteção do Meio Ambiente dos Estados Unidos acusou a Volkswagen de falsear o desempenho dos motores em termos de emissões de gases poluentes através de um 'software' incorporado no veículo.

Dois dias depois, a Volkswagen reconheceu ter falseado os dados e na terça-feira passada anunciou que 11 milhões de veículos do grupo em todo o mundo têm equipamento que permite alterar o desempenho dos motores em termos de emissões para a atmosfera, um escândalo que já levou à demissão presidente executivo do grupo, Martin Winterkorn, substituído por Matthias Mueller.

Em causa está o motor a diesel EA 189.

Com Lusa

  • Um dos conflitos mais sangrentos e esquecidos do planeta pelo olhar de uma portuguesa
    3:20

    Mundo

    A guerra do Congo, que opõe milícias rebeldes ao regime de Kabila, já dura há 20 anos e fez seis milhões de mortos, quatro milhões de deslocados internos e um número crescente de refugiados. Um dos conflitos mais sangrentos e esquecidos do planeta tem levado milhares de civis a passar a fronteira para Angola. A médica portuguesa Ana Paula Cruz testemunhou o drama silencioso dos congoleses nos campos de refugiados da Lunda Norte.

  • "Este é o elefante na sala sobre a saúde!"
    1:43

    País

    Catarina Martins acusa o Governo de estar alinhado com a direita na promoção de negócios privados na área da saúde. O Bloco de Esquerda quer uma nova lei de bases aprovada até ao final da legislatura e arrancou ontem com um ciclo nacional de sessões públicas para defender o Serviço Nacional de Saúde.

  • Marido de idosa que morreu na Sertã teve de caminhar durante duas horas para pedir ajuda
    1:44

    País

    A Altice garantiu esta sexta-feira que tentou agendar, por duas vezes, a reposição da linha telefónica na casa da idosa da Sertã, que morreu na semana passada por não ter comunicações que permitissem um socorro rápido. A mulher sentiu-se mal e o marido teve de caminhar durante duas horas para conseguir chegar à casa do vizinho mais próximo e pedir ajuda.

  • Como é que alguém (Rúben Semedo) com tanto pode perder tudo?
    3:05