sicnot

Perfil

Escândalo Volkswagen

Pires de Lima admite que Estado pode vir a responsabilizar Volkswagen

Pires de Lima admite que Estado pode vir a responsabilizar Volkswagen

O ministro da Economia admite que o Estado português pode vir a responsabilizar o grupo Volkswagen pelo impacto ambiental das emissões e até por fraude fiscal. Pires de Lima garante que o Governo tudo fará para proteger os direitos dos clientes lesados pela fraude do grupo.

O grupo de trabalho criado pelo Governo na sequência do escândalo Volkswagen reuniu-se hoje pela primeira vez, um primeiro encontro marcado para analisar o problema e definir um plano de ação para Portugal.

A reunião juntou no Ministério da Economia vários membros do Governo, do Instituto de Mobilidade e dos Transportes, Agência do Ambiente, AICEP, Direção-Geral do Consumo e da Autoridade Tributária.

O grupo Volkswagen admitiu na semana passada que 11 milhões de carros, em todo o mundo, estejam equipados com um sistema fraudulento de controlo de emissão de gases. Calcula-se que em Portugal sejam cerca de 117 mil.

  • CGD terá de reconhecer imparidades e prepara saída de 2 mil funcionários
    2:45

    Caso CGD

    O novo plano estratégico da Caixa está pronto e foi entregue há duas semanas ao Ministério das Finanças. A SIC sabe que está a ser preparada a saída de 2 mil trabalhadores e que o banco terá de reconhecer imparidades. O Expresso diz que a CGD vai fechar o ano com prejuízos que podem chegar aos 3 mil milhões de euros.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.