sicnot

Perfil

Escândalo Volkswagen

Pires de Lima admite que Estado pode vir a responsabilizar Volkswagen

Pires de Lima admite que Estado pode vir a responsabilizar Volkswagen

O ministro da Economia admite que o Estado português pode vir a responsabilizar o grupo Volkswagen pelo impacto ambiental das emissões e até por fraude fiscal. Pires de Lima garante que o Governo tudo fará para proteger os direitos dos clientes lesados pela fraude do grupo.

O grupo de trabalho criado pelo Governo na sequência do escândalo Volkswagen reuniu-se hoje pela primeira vez, um primeiro encontro marcado para analisar o problema e definir um plano de ação para Portugal.

A reunião juntou no Ministério da Economia vários membros do Governo, do Instituto de Mobilidade e dos Transportes, Agência do Ambiente, AICEP, Direção-Geral do Consumo e da Autoridade Tributária.

O grupo Volkswagen admitiu na semana passada que 11 milhões de carros, em todo o mundo, estejam equipados com um sistema fraudulento de controlo de emissão de gases. Calcula-se que em Portugal sejam cerca de 117 mil.

  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Itália tenta colocar migrações na agenda do G7 contra vontade dos EUA
    1:45
  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.