sicnot

Perfil

Escândalo Volskwagen

Escândalo Volskwagen

Escândalo Volkswagen

Comissão Europeia só soube da fraude da Volkswagen depois da divulgação formal

O executivo comunitário não recebeu qualquer informação sobre a fraude da Volkswagen antes da divulgação formal da manipulação de testes sobre emissão de gases, segundo a comissária para o Mercado Interno e a Indústria.

Z1031/_Jan Woitas

Num debate no Parlamento Europeu, em Estrasburgo (França), a polaca Elzbieta Bienkowska garantiu que a Comissão Europeia "não recebeu qualquer informação antes da divulgação formal da agência de proteção ambiental dos Estados-membros".

Depois das notícias de fraude com motores a gasóleo, Bruxelas entrou em contacto com os Estados Unidos, acrescentou a responsável, que recordou a "muita progressão" na União Europeia para "reduzir as emissões poluentes".

Elzbieta Bienkowska reafirmou estar "quase concluído" o trabalho para definir novos ciclos de testes às emissões, depois de se ter concluído, há cerca de cinco anos, que o modelo utilizado não reflete o mesmo resultado da condução real.

Medidas de supervisão do mercado e um novo instrumento para fazer com que os sistemas de homologação sejam aplicados de forma adequada também estão a ser preparados, disse.

"O que precisamos é cabeça fria e mediadas claras e conto convosco (Parlamento Europeu)", concluiu a comissária, que garantiu respostas escritas às inúmeras questões feitas durante a tarde.

A encerrar a lista de oradores esteve o português José Inácio Faria (MPT), que considerou que este caso "arrasou a confiança" e causou milhares de "burlados" entre cidadãos e Estados-membros, assim como faz "correr perigo postos de trabalho".

Já no período de intervenções espontâneas, o socialista Ricardo Serrão Santos afirmou que a fraude é uma "agressão de grande impacto, além da componente ambiental" e que poderá causar um "potencial contágio a outros setores" a nível da desconfiança dos consumidores.

Lusa

  • Confirmada prisão dos portugueses que gravaram nome no portão de Auschwitz

    Mundo

    Dois adolescentes católicos portugueses foram condenados a um ano de prisão com pena suspensa, por terem gravado os nomes na porta da entrada principal de Auschwitz-Birkenau. O tribunal de primeira instância de Oswiecim já tinha condenado os jovens e o tribunal de Cracóvia confirmou esta quarta-feira a pena aplicada.

  • Temer pode cair menos de um ano depois da queda de Dilma
    3:06
  • Imagens do resgate de crianças feridas num bombardeamento na Síria
    2:00

    Mundo

    Os Estados Unidos acusam o regime sírio de estar a preparar um novo ataque químico e avisam Bashar al-Assad que vai pagar caro se o concretizar. No terreno, os ataques aéreos continuam a fazer vítimas civis. Da periferia de Damasco chegam imagens dramáticas do resgate de duas crianças feridas num bombardeamento.

  • Quem é a mulher que diz ser filha de Salvador Dalí

    Cultura

    Maria Pilar Abel Martínez nasceu em 1956 e será o alegado fruto de um caso entre a sua mãe e Salvador Dalí. Um tribunal de Madrid ordenou a exumação do cadáver do pintor e a obtenção de amostras, de modo a determinar se a mulher espanhola é mesmo filha de Dalí.