sicnot

Perfil

Escândalo Volskwagen

Escândalo Volskwagen

Escândalo Volkswagen

Autoeuropa admite ter fabricado viaturas com motores manipulados

A Autoeuropa admite ter fabricado viaturas com motores manipulados. Contactada pela SIC, e numa resposta por email, a empresa não afastou essa hipótese.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Jose Manuel Ribeiro / Reuters

A unidade de Palmela adiantou à SIC, que "o número de unidades produzidas pela Volkswagen Autoeuropa que eventualmente tenham sido afetadas pela manipulação de emissões dos motores Diesel EA189 EU5 estão consideradas entre o total de veículos anunciado pelo Grupo Volkswagen."

Há, em todo o Mundo, 11 milhões de viaturas afetadas. São mais de 94 mil em Portugal.

A fábrica de Palmela tinha estado até aqui afastada deste escândalo. Estaria seguda de que os modelos da Volkswagen aqui produzidos não tinham os mtores fraudulentos. No início deste mês, o ministro da Economia disse mesmo que era preciso "separar as águas", entre a fábrica portuguesa e o que foi produzido na unidade de Wolfsburg

Sendo que Pires de Lima, a 2 de outubro, já deixava a porta aberta para este cenário. "Mesmo que eventualmente tenham sido produzidos veículos com motores com este software fraudulento, não é da responsabilidade da gestão da Autoeuropa", disse.´

O representante da Comissão de Trabalhadores da Autoeuropa, António Chroa, tinha já dito que seria provável que a fábrica tivesse montado carros com estes motores. Sendo que, no processo, a fábrica não teria qualquer informação deste "software". Isto porque os motores chegam a Palmela já montados.

Também a SIVA, que representa a Volkswagen em Portugal colocou essa hipótese. De acordo com o Jornal de Negócios, o dono de um VW Scirocco colocou o número do chassis no site da Volkswagen e terá surgido esta informação: "Lamentamos informá-lo de que o motor Tipo EA 189 do seu veículo com o número de chassis (...) que submeteu está afetado pelo 'software' que causa discrepâncias nos valores de óxidos de azoto durante os ensaios no dinamómetro"

  • Chamas no concelho de Torre de Moncorvo ameaçaram aldeia
    1:30

    País

    Dois incêndios no concelho de Torre de Moncorvo deram luta aos bombeiros na tarde de ontem e também durante toda a noite. As chamas estiveram muito próximas da aldeia de Cabanas de Cima, mas os bombeiros conseguiram desviar o fogo.

  • Se

    Se Jaime Marta Soares tiver razão, se a ciência e as autoridades não forem - outra vez? - manipuladas pelo poder político, se a investigação - independente - concluir que o fogo começou muito antes da trovoada, então, estamos diante de um dos maiores embustes do Portugal democrático.

    Pedro Cruz

  • A reconstrução da Nacional 236
    1:44
  • Harry admite que ninguém na família real britânica quer ser rei ou rainha

    Mundo

    O príncipe Harry admitiu que nenhum dos mais jovens membros da família real britânica quer ser rei ou rainha. Numa entrevista exclusiva à revista norte-americana Newsweek, na qual aborda temas como a morte da mãe, que perdeu com apenas 12 anos, Harry afirma que ele e o irmão estão empenhados em "modernizar a monarquia".

    SIC