sicnot

Perfil

Escândalo Volskwagen

Escândalo Volskwagen

Escândalo Volkswagen

Merkel pede que não se diabolize a indústria automóvel

O escândalo dos motores manipulados da Volkswagen não deve levar a uma "diabolização" do setor automóvel dado que estão em jogo milhares de empregos, declarou hoje a chanceler alemã, Angela Merkel, no Parlamento Europeu.

Markus Schreiber

O que aconteceu "na Volkswagen exige que seja feito um inquérito urgente, com toda a transparência e que a empresa o execute", declarou a chanceler em resposta a uma interpelação da ecologista Rebecca Harms.

"Mas, por favor, não utilizem isto para diabolizar o conjunto do setor automóvel, pondo em risco milhares e milhares de empregos na Europa", acrescentou Merkel, que falava ao lado do presidente francês, François Hollande.

Harms, que também é alemã, apontou que há, da parte de Merkel, "uma proteção, certamente bem-intencionada, dos interesses da indústria automóvel".

Durante o debate de terça-feira no Parlamento Europeu, vários eurodeputados, sobretudo ecologistas, criticaram o laxismo das autoridades europeias em matéria de respeito pelas normas antipoluição nos veículos.

Lusa

  • Corpos de portuguesas trasladados segunda-feira 
    1:27
  • Incendiários vão passar o verão com pulseira eletrónica

    País

    Os tribunais vão poder condenar os incendiários a penas de prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, durante as épocas de incêndio. A nova lei foi aprovada na semana passada, na Assembleia da República, e aguarda a promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

  • Estado vai tomar posse de terras abandonadas

    País

    O Governo vai recorrer ao Código Civil para permitir que o Estado tome posse de terras ao abandono. À margem da entrevista ao Expresso, o primeiro-ministro anunciou que o Governo irá acionar o artigo 1345º do Código Civil, que estabelece que as coisas imóveis sem dono conhecido se consideram do património do Estado.

  • "Trump, deixe-me ajudá-lo a escrever o discurso"
    0:47

    Mundo

    Arnold Schwarzenegger diz que Donald Trump tem o dever moral de se opor ao ódio e ao racismo. Num vídeo publicado nas redes sociais, o ator norte-americano e antigo governador da Califórnia encenou o discurso que Donald Trump devia ter. 

  • Hino da SIC tocado pela viola beiroa
    2:22