sicnot

Perfil

Escândalo Volskwagen

Escândalo Volskwagen

Escândalo Volkswagen

Standard & Poor's baixa notação financeira da Volkswagen

A agência de notação financeira Standard & Poor's (S&P) baixou esta segunda-feira o 'rating' da Volkswagen de A para A-, na sequência da construtora automóvel alemã ter manipulado os dados sobre as emissões poluentes nos seus veículos a diesel.

A Standard & Poor's coloca a construtora automóvel alemã na lista de observação com implicações negativas.

A Standard & Poor's coloca a construtora automóvel alemã na lista de observação com implicações negativas.

© Axel Schmidt / Reuters

A S&P adiantou que também reviu em baixa a notação financeira de crédito a curto prazo, de A-1 para A-2.

"Também baixámos a nossa notação a longo e curto prazo dos instrumentos de dívida da Volkswagen", acrescentou a agência de 'rating'.

A Standard & Poor's coloca a construtora automóvel alemã na lista de observação com implicações negativas, depois da empresa ter admitido, em setembro, que instalou um 'kit' fraudulento em automóveis a diesel para manipular as emissões poluentes.

A agência de 'rating' baixou também a notação da sua subsidiária Volkswagen Financial Services e da nórdica Volkswagen Finans Sverige AB, que estão em observação com implicações negativas.

Os analistas da S&P consideram que a manipulação das emissões da Volkswagen (VW) poderá ter um impacto negativo nas suas vendas e preços, o que poderá afetar o crescimento do negócio e a rentabilidade da subsidiária de serviços financeiros, que financia 26,5% das vendas de automóveis VW em todo o mundo e 34% na Europa.

A Agência de Proteção do Meio Ambiente dos Estados Unidos acusou, no passado dia 18 de setembro, a VW de falsear o desempenho dos motores em termos de emissões de gases poluentes através de um 'software' incorporado em veículos a diesel.

Dias depois, a Volkswagen reconheceu ter falseado os dados e anunciou que mais de 11 milhões de carros a gasóleo em todo o mundo têm equipamento que permite alterar o desempenho dos motores em termos de emissões para a atmosfera.

Lusa

  • "Não podemos fazer de Lisboa uma cidade para turistas"
    2:44

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no Jornal da Noite da SIC, o mandato de Fernando Medina na Câmara de Lisboa. O comentador da SIC defendeu que o autarca tem "muitos problemas por resolver" e que a Câmara tem investido "mais na recuperação de zonas em que os lisboetas praticamente não conseguem ir". Sousa Tavares disse ainda que Lisboa não pode ser uma cidade para turistas.

    Miguel Sousa Tavares

  • "Putin é uma ameaça maior do que o Daesh"
    0:24

    Mundo

    O senador norte-americano John McCain atacou Vladimir Putin dizendo que é uma ameaça maior do que o Daesh. O antigo candidato à Casa Branca acusa a Rússia de querer destruir a democracia ao tentar manipular o resultado das presidenciais dos Estados Unidos.

  • "É muito importante ceder à tentação de se abolir a liberdade"
    1:06