sicnot

Perfil

Escândalo Volskwagen

Escândalo Volskwagen

Escândalo Volkswagen

UE advertida da manipulação das emissões poluentes em 2013

O comissário europeu do Ambiente advertiu, em 2013, os seus colegas de que os fabricantes de carros estavam a manipular motores para passar nos testes de emissões poluentes, muito antes do escândalo da Volkswagen, noticiou o Financial Times.

reuters

O fabricante alemão reconheceu, em setembro, ter equipado milhares de veículos de motor diesel com um dispositivo para distorcer os resultados dos testes de emissões poluentes.

Os dirigentes da União Europeia estavam ao corrente do problema dois anos antes de ser conhecido, mas permitiram que as brechas regulatórias permanecessem, segundo o Financial Times, que cita uma troca de correspondência entre responsáveis europeus.

O então comissário do Ambiente, Janez Potocnik, menciona o problema numa carta, datada de fevereiro de 2013, endereçada ao comissário da Política Industrial, Antonio Tajani, de acordo com o jornal.

"Há preocupações generalizadas de que o desempenho [dos motores] tenha sido ajustado para cumprir o ciclo de testes, apesar de um significativo aumento das emissões fora desse contexto", escreveu Janez Potocnik, segundo o mesmo jornal.

A 18 de setembro foram conhecidos publicamente os resultados de testes a emissões poluentes de viaturas equipadas com motores 'diesel' do grupo Volkswagen, relativamente às marcas Volkswagen, Audi, Seat e Sköda, concluindo-se pela existência de viaturas equipadas com um dispositivo que permite a manipulação de informação relativa a emissões poluentes.

O grupo alemão admitiu a existência de 11 milhões de carros nestas circunstâncias, e em Portugal, de acordo com informação divulgada pela SIVA, representante das marcas Volkswagen, Audi e Sköda, estima-se que existam cerca de 94 mil viaturas afetadas, mais 23 mil da marca Seat, totalizando 117 mil veículos.

Lusa

  • Lixo, para que te quero?
    23:17
  • Tuk-tuk em protesto oferecem hoje passeios gratuitos em Lisboa

    País

    A Associação Portuguesa de Empresas de Congressos, Animação Turística e Eventos (APECATE) promove hoje a iniciativa "Cá vai Lisboa", com passeios gratuitos de tuk-tuk, para alertar a população para a "problemática" regulamentação municipal deste tipo de veículos.

  • Ricardo Robles apresentado como candidato do BE a Lisboa
    1:31

    Autárquicas 2017

    Ricardo Robles foi formalmente apresentado este sábado como candidato do Bloco de Esquerda à Câmara Municipal de Lisboa. No encerramento da convenção autárquica do partido, Catarina Martins fez críticas ao Governo, dizendo que o projeto de descentralização do Executivo é perigoso e ameaça a democracia.

  • Pavilhão Carlos Lopes esteve encerrado durante 14 anos
    2:27