sicnot

Perfil

Escândalo Volskwagen

Escândalo Volskwagen

Escândalo Volkswagen

Volkswagen deteta "incoerências" na emissão de gases em 800 mil veículos

O grupo alemão Volkswagen anunciou esta terça-feira que uma investigação interna revelou "incoerências" relacionadas com as emissões de gases poluentes em cerca de 800 mil veículos, o que pode custar à empresa aproximadamente 2 mil milhões de euros.

uma "estimativa inicial" admite que os riscos económicos para a Volkswagen possam rondar os 2 mil milhões de euros.

uma "estimativa inicial" admite que os riscos económicos para a Volkswagen possam rondar os 2 mil milhões de euros.

Z1018/_Ralf Hirschberger

"No decorrer das investigações internas foram encontradas inconsistências na determinação dos níveis de emissões de dióxido de carbono. Com base no que é sabido atualmente, cerca de 800.000 veículos do grupo Volkswagen estão afetados", disse hoje a empresa alemã, num comunicado citado pela agência de notícias AFP.

Segundo a mesma fonte, uma "estimativa inicial" admite que os riscos económicos para a Volkswagen possam rondar os 2.000 milhões de euros.

Na terça-feira, a Agência Ambiental norte-americana denunciou que a Volkswagen instalou dispositivos de manipulação de emissões poluentes em automóveis em motores 3.0, incluindo o Touareg 2014, o Porsche Canyenne 2015 e o Audi A6 Quattro 2016, noticiou a Bloomberg.

A instalação deste dispositivo tecnológico permitiu que estes veículos passassem nos testes poluentes, embora as emissões fossem nove vezes superiores ao permitido por lei.

O fabricante automóvel alemão terá instalado o dispositivo fraudulento para enganar os testes em modelos entre 2014 e 2016.

Na sequência desta denúncia, o grupo automóvel alemão negou a existência desse programa informático para falsear os resultados dos testes antipoluição nesses motores.

A 18 de setembro foram conhecidos publicamente os resultados de testes a emissões poluentes de viaturas equipadas com motores 'diesel' do grupo Volkswagen, relativamente às marcas Volkswagen, Audi, Seat e Sköda, concluindo-se pela existência de viaturas equipadas com um dispositivo que permite a manipulação de informação relativa a emissões poluentes.

O grupo alemão admitiu a existência de 11 milhões de carros nestas circunstâncias, e em Portugal, de acordo com informação divulgada pela SIVA, representante das marcas Volkswagen, Audi e Sköda, estima-se que existam cerca de 94 mil viaturas afetadas, mais 23 mil da marca Seat, totalizando 117 mil veículos.

No fim de outubro, o primeiro produtor automobilístico da Europa anunciou perdas líquidas de 1.673 milhões de euros no terceiro trimestre de 2015, devido às provisões feitas na sequência do escândalo da manipulação das emissões dos gases poluentes, um resultado negativo do grupo automóvel alemão que compara com os lucros de 2.971 milhões de euros alcançados no período homólogo de 2014.

Lusa

  • Primeiro-ministro hoje na cidade da Praia 

    País

    O primeiro-ministro, António Costa, está hoje em Cabo Verde para a a IV cimeira bilateral entre Portugal e aquele país africano, aproveitando a passagem pela cidade da Praia para inaugurar a escola portuguesa.

  • As polémicas do primeiro mês de Donald Trump como Presidente
    3:17
  • Deputados britânicos debatem hoje petição que desvaloriza visita de Donald Trump

    Mundo

    Os deputados britânicos debatem hoje uma petição que reclama que a futura visita de Estado do Presidente norte-americano, Donald Trump, seja reduzida a uma visita oficial, enquanto dezenas de milhares de pessoas se manifestam sobre o mesmo assunto. Dezenas de milhares de pessoas são esperadas hoje nas ruas de várias cidades do Reino Unido, em protestos organizados para coincidir com a discussão no parlamento (na Câmara dos Comuns) de uma petição 'online' que já tem quase dois milhões de subscritores.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Benefícios fiscais trouxeram a Portugal 10 mil estrangeiros em 2015

    Economia

    Os benefícios fiscais em Portugal atraíram mais de 10 mil estrangeiros no ano passado. A maioria vem com o estatuto de residente não habitual, que dá isenção total de IRS aos reformados por dez anos e 20% de isenção no imposto para profissionais que estiverem ligados a atividades de valor acrescentado como Psicologia, Investigação ou Medicina.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.