sicnot

Perfil

Escândalo Volskwagen

Escândalo Volskwagen

Escândalo Volkswagen

Volkswagen pede empréstimo de 20 mil M€ para enfrentar escândalo

O grupo Volkswagen vai pedir um financiamento de 20 mil milhões de euros a 13 bancos na próxima sexta-feira para demonstrar que a empresa tem liquidez suficiente para enfrentar as consequências do escândalo das emissões poluentes, noticia a Bloomberg.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Suzanne Plunkett / Reuters

Citando fontes próximas da operação, a agência de informação financeira refere que os bancos, liderados pelo Citigroup e UniCredit, estão recetivos a emprestar entre 1,5 e 2,5 mil milhões de euros cada um.

Aliás, a Bloomberg adianta que a operação ultrapassou as expectativas, sendo que o grupo Volkswagen poderia fazer um financiamento de 29 mil milhões de euros.

Em princípio, os empréstimos poderão ser transformados em ações como reembolso numa fase posterior, de acordo com as mesmas fontes.

O grupo Volkswagen, que detém entre outras marcas, a Volkswagen, Audi, Seat, Porsche e Skoda, não precisa atualmente de dinheiro e está à procura de fundos adicionais para criar uma "almofada" financeira.

Embora a empresa tenha feito progressos relativamente à recolha de 8,5 milhões de carros com o 'kit' fraudulento na Europa, as negociações com os reguladores norte-americanos ainda estão em curso, provocando uma queda das vendas no país.

O impacto financeiro relativo ao escândalo das emissões calculado pelo grupo Volkswagen totaliza mais de 8,7 mil milhões de euros.

Lusa

  • "Não vou ceder, não vou render-me, não vou desistir da candidatura"
    2:02
  • Obama, Presidente francês?
    1:55

    Mundo

    A resposta é óbvia, mas não demoveu quatro franceses, descontentes com os candidatos às Presidenciais no seu país. A ideia começou como brincadeira, mas já recolheu 43 mil assinaturas. 

  • Trump apanhado a ensaiar no carro
    1:08
  • Mulheres democratas de branco para mostrar que não abdicam dos diretos conquistados

    Mundo

    Uma "mancha branca" sobressaiu esta terça-feira no Congresso norte-americano, durante o primeiro discurso de Donald Trump. A maioria das 66 mulheres representantes e delegadas do Partido Democrata vestiram-se de branco, num ato simbólico a fazer recordar o movimento sufragista feminino, que encorajava as apoiantes a vestirem-se de branco. Tal como então, a cor da pureza foi agora recuperada, desta feita para mostrar a Trump que as mulheres não abdicam dos direitos conquistados no início do século XX.

  • Treinador do "The Biggest Loser" teve ataque cardíaco

    Mundo

    Foi o próprio Bob Harper que partilhou a notícia no seu Instagram. O ex-treinador do famoso programa de televisão sofreu um ataque cardíaco enquanto treinava no ginásio. Esteve oito dias internado mas, felizmente, já está em casa a recuperar.

  • Prisões recebem manual para lidar com fugas
    2:07

    País

    O Governo vai fazer o maior investimento de sempre nos serviços prisionais. São 2.600 milhões de euros para reforçar a segurança nas prisões. Entretanto. já foi distribuído um manual de procedimentos em caso de fuga.