sicnot

Perfil

Escândalo Volskwagen

Escândalo Volskwagen

Escândalo Volkswagen

Volkswagen paga indemnizações de 1,1 mil M€ a lesados nos EUA

A Volkswagen vai indemnizar em pelo menos 1.120 milhões de euros (1.200 milhões de dólares) os 78 mil proprietários de veículos afetados pela fraude na emissão de gases nos Estados Unidos.

Além das indemnizações aos proprietários de veículos com motores a 'diesel' afetados pelo escândalo, o fabricante alemão assumiu que irá recomprar cerca de 20 mil veículos e reparar os restantes, assumindo os custos, para que respeitem os regulamentos ambientais.


Este acordo extrajudicial deverá ser validado por um juiz, enquanto a Agência de Proteção do Meio Ambiente dos Estados Unidos deverá autorizar a proposta de alteração técnica nos veículos do grupo VW.


Caso a entidade 'chumbe' as alterações mecânicas, a VW teria de comprar todos os veículos afetados, o que poderá representar um custo superior a 3.700 milhões de euros (4.000 milhões de dólares).

O acordo firmado inclui o modelo Touareg (2009-2012 e 2013-2016) da VW, o Cayenne Diesel (2013-2016) da Porsche e os modelos Audi Q7 (2009-2012 e 2013-2015) e A6, A7, A8, A8L y Q5 (2014-2016).

Por seu lado, a também alemã Bosch, fornecedor da VW, anunciou hoje que fechou um acordo para concluir a maior parte dos processos civis interpostos contra a empresa e pagará indemnizações de cerca de 304 milhões de euros (327,5 milhões de dólares) a 554.000 afetados.

A empresa admitiu oficialmente em janeiro a responsabilidade na fraude e aceitou pagar uma multa de cerca de quase 4.000 milhões de euros (4.300 milhões de dólares).


Em causa estão as emissões de gazes poluentes, que em contexto de testes laboratoriais cumprem os critérios, ao contrário de condução em condições normais, em estrada.


Em todo o mundo, cerca de 11 milhões de veículos foram afetados pela fraude cometida pelo grupo Volkswagen, dos quais oito milhões na Europa e 125 mil em Portugal.

  • "Há uma grande diferença em relação à anterior liderança do PSD"
    14:29

    País

    O ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, esteve esta quarta-feira na Edição da Noite da SIC Notícias. As novas relações com o PSD e a reprogramação do Portugal 2020 foram alguns dos temas de conversa. Pedro Marques defende que existe "uma grande diferença" entre as lideranças de Passos Coelho e Rui Rio no PSD.

    Entrevista SIC Notícias

  • O dia em que Marcelo apitou um jogo de futebol

    País

    Habituado a ajuizar os momentos de tensão entre Governo e oposição, Marcelo Rebelo de Sousa foi esta quarta-feira árbitro, literalmente. Tudo aconteceu num jogo de futebol entre crianças, durante a visita do Presidente da República a São Tomé e Príncipe.

  • Dia de homenagens e muito futebol para Marcelo em São Tomé
    3:01

    País

    No segundo dia da visita de Estado a São Tomé e Príncipe, o Presidente da República prestou homenagem às vítimas do massacre de Batepá, em 1953. Marcelo Rebelo de Sousa não pediu desculpa pela história, mas lembrou que é preciso assumir as coisas menos boas do passado. O dia terminou com o Presidente a mostrar que ainda está em forma.

    Enviados SIC

  • Patinadora enfrenta "pesadelo" nos Olímpicos

    Desporto

    A patinadora Gabriella Papadakis enfrentou na segunda-feira um dos "piores pesadelos" da sua vida, durante a estreia nos Jogos Olímpicos de Inverno, em Pyeongchang, na Coreia do Sul. Durante a apresentação, a parte de cima do vestido da francesa saiu do lugar e revelou parte do seu seio. Mas este não foi o único caso de incidentes com figurinos. Também a sul-coreana Yura Min quase ficou despida durante a sua apresentação.

    SIC

  • Casal mantinha filhos trancados sem comida

    Mundo

    Se pensava que só existia uma casa dos horrores, a da família Turpin, desengane-se. A polícia de Tucson, no estado norte-americano do Arizona, deteve na terça-feira um casal que mantinha os quatro filhos adotivos trancados em quartos separados.

    SIC

  • Pigcasso, a porca pintora que tem uma galeria de arte

    Mundo

    O nome sugere o talento da artista que vive na Cidade do Cabo, na África do Sul. Pigcasso estava prestes a morrer, quando foi resgatada por uma ativista que a ajudou a enveredar pelo caminho da pintura. Desde pequena começou a pegar em pincéis e agora é o primeiro animal do mundo com uma galeria de arte, onde já lançou a sua primeira exposição intitulada 'Oink!'.