sicnot

Perfil

Euro 2016

Euro 2016

Euro 2016

Selecionador da Holanda recusa demitir-se após falhar Euro2016

Danny Blind, o selecionador da Holanda, que ficou esta terça-feira fora do Euro2016 de futebol, após perder em casa com a República Checa (3-2), garantiu que não tem qualquer intenção de se demitir.

Danny Blind reconheceu que falhou o objetivo de qualificar, diretamente ou via 'play-off' a seleção laranja.

Danny Blind reconheceu que falhou o objetivo de qualificar, diretamente ou via 'play-off' a seleção laranja.

© Michael Kooren / Reuters

"Não tenho qualquer intenção de me demitir. Vou continuar o meu trabalho, porque tenho contrato até 2018 e acredito nesta equipa", disse no rescaldo da surpreendente 'queda' da terceira classificada no Mundial de futebol de 2014.

Danny Blind reconheceu, no entanto, que falhou o objetivo de qualificar, diretamente ou via 'play-off' a seleção laranja.

"Preciso de analisar o que aconteceu. Os resultados são negativos. Não ganhei qualquer jogo [em quatro, desde que assumiu o cargo]. Contudo, não estou aqui para falar da minha posição. Não somos a Alemanha e a Espanha, não temos um 'reservatório' de jogadores como eles. Nós somos a Holanda e tenho de usar os recursos que tenho", defendeu.

O selecionador holandês, que sucedeu a Guus Hiddink no cargo, lembrou que quando se sentou no banco sabia que tinha pela frente "quatro finais". "Não tive muito tempo para colocar as coisas no lugar", afirmou.

Presente nas sete fases finais anteriores, desde 1988, precisamente aquela em que conquistou o seu único título, a Holanda terminou o Grupo A na quarta posição, com 13 pontos, menos cinco do que a Turquia, que hoje venceu em casa a Islândia (1-0) e qualificou-se como melhor terceira classificada, garantindo a sua quarta presença, depois de 1996, 2000 e 2008.

Lusa

  • O poder da linguagem corporal nos tribunais
    9:12

    País

    Rui Mergulhão Mendes, especialista em 'profiling' na Emotional Business Academy, em Lisboa, esteve na Edição da Noite desta quarta-feira para explicar como é que um especialista em linguagem pode ajudar um tribunal a dar um veredito.