sicnot

Perfil

Euro 2016

Euro 2016

Euro 2016

França garante que segurança vai ser prioridade no Euro 2016

O secretário de estado do desporto francês, Thierry Braillard, disse hoje que a segurança será a maior prioridade para o Campeonato da Europa de futebol, que decorrerá em França entre 10 de junho e 10 de julho.

© Pawel Kopczynski / Reuters

"Seja nos estádios, nos alojamentos das 24 seleções ou nas fun zones, tudo está a ser feito para que toda segurança seja a ideal", garantiu Thierry Braillard, dois dias depois dos atentados em Bruxelas, que provocaram 31 mortos e 270 feridos, de acordo com o último balanço.

Em Marselha, que acolherá seis jogos do Euro2016, Braillard insistiu que a "segurança será a prioridade" da prova e que o risco terrorista já tinha sido considerado quando os responsáveis franceses começaram a trabalhar na organização.

O chefe da polícia de Marselha, Laurent Nunez, acrescentou que "o risco terrorista não era nada de novo" e que as preocupações vão também focar-se nas fun zones, onde são esperados, naquela cidade francesa, cerca de 680.000 adeptos.

Os atentados em Bruxelas foram reivindicados pelo grupo extremista Daesh, num comunicado em que ameaçou os países que combatem os jihadistas com ataques "mais duros e mais amargos".

O nível de alerta terrorista na Bélgica foi elevado para quatro, o máximo da escala.

Lusa

  • Como não perder Barack e Michelle Obama nas redes sociais

    Mundo

    Sair da Casa Branca implica mais que reunir objetos físicos: é preciso guardar também os tweets, os posts e todo o conteúdo digital produzido nos últimos oito anos pelo Presidente dos EUA e pela primeira-dama. A equipa de Barack Obama já preparou tudo para que nada se perca do seu legado digital.

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.