sicnot

Perfil

Euro 2016

Euro 2016

Euro 2016

"Os adeptos podem deslocar-se a França sem medo", assegura responsável do Euro 2016

O diretor-executivo do Campeonato da Europa de futebol de 2016, Martin Kallen, motivou hoje os adeptos a deslocarem-se "sem medo" a França, insistindo que não haverá jogos disputados à porta fechada.

Martin Kallen, diretor-executivo do Campeonato da Europa de futebol de 2016.

Martin Kallen, diretor-executivo do Campeonato da Europa de futebol de 2016.

© Kacper Pempel / Reuters

Em entrevista à agência EFE, o responsável de operações da UEFA, que também foi diretor executivo do Euro2004, em Portugal, garantiu que a segurança "é uma prioridade para a organização e para a UEFA".

"A segurança no Euro 2016 é a maior prioridade da UEFA, organização e autoridades francesas. Há três anos que todos estão a trabalhar para garantir um torneio seguro, para que o grande foco seja uma celebração popular do futebol. Os adeptos podem deslocar-se a França sem medo", explicou Martin Kallen.

Neste sentido, o dirigente insistiu que não há planos para que alguns jogos decorram à porta fechada: "Todos serão abertos ao público."

Martin Kallen também garantiu que os atentados em Paris e Bruxelas não motivaram devolução de bilhetes, embora não tenha excluído a hipótese de alguns adeptos estejam ainda a ponderar se viajam para território francês.

"Até ao momento, não houve devolução de bilhetes, mas não pode excluir-se a hipótese de algumas pessoas não viajarem para França, apesar de os níveis de segurança serem extremamente altos. Continuamos convencidos que tudo decorrerá normalmente", sublinhou o responsável, que também coordenou o Europeu de 2008, cuja organização foi partilhada por Áustria e Suíça.

Lusa

  • O resgate dos passageiros do naufrágio em Cascais
    1:48
  • É importante que "as pessoas não tenham medo" de denunciar o tráfico humano
    0:48

    País

    Manuel Albano, relator nacional para o tráfico de pessoas, concorda com a ideia de que é necessário continuar a investir na inspeção e na fiscalização para travar o tráfico de seres humanos, mas rejeita a denúncia do sindicato dos trabalhadores do SEF, que esta quinta-feira alertou para a "falta de controlo".

  • Trocar a economia pela dança
    7:21
  • Salas de consumo assistido previstas na lei há 17 anos
    3:01

    País

    Dezassete anos depois, Lisboa vai ter as primeiras salas de consumo assistido, vulgarmente conhecidas como salas de chuto. O objetivo é apoiar os mais de 1400 toxicodependentes sinalizados e evitar a propagação de doenças.

  • O que faz um guaxinim às duas da manhã num quartel de bombeiros?

    Mundo

    Os animais são muitas vezes os protagonistas de histórias incríveis ou até insólitas. Desde o cão mais pequeno ao urso mais assustador. Desta vez, o principal interveniente é um guaxinim, que foi levado até um quartel de bombeiros por uma dona muito preocupada. Porquê? O animal estava sob o efeito de drogas.

    SIC

  • "Por vezes até as princesas da Disney ficam apavoradas"

    Mundo

    A atriz norte-americana Patti Murin foi esta semana elogiada nas redes sociais por se preocupar com a sua saúde mental e não ter problemas em falar sobre o assunto. A artista faltou a um espetáculo da Disney, onde ia atuar, devido a um ataque de ansiedade.

    SIC