sicnot

Perfil

Euro 2016

Euro 2016

Euro 2016

Welbeck falha o Euro 2016 e só regressa em 2017

O futebolista inglês Danny Welbeck, avançado do Arsenal, vai falhar a fase final do Euro2016 devido a um grave lesão no joelho, que o vai afastar dos relvados até final do ano, anunciou hoje o clube londrino.

Jon Super

O jogador de 25 anos danificou a cartilagem do seu joelho direito num lance com o francês Bacary Sagna no empate (2-2) entre 'gunners' e o Manchester City, no último fim de semana, e já foi operado.

"Os especialistas médicos consideraram que seria preciso realizar cirurgia depois dos exames terem demonstrado que a cartilagem do seu joelho estava bastante danificada. Danny vai falhar o Europeu e a sua recuperação deverá demorar perto de nove meses", referiu o Arsenal numa nota publicada no seu site oficial.

Welbeck já tinha estado parado cerca de 10 meses, também devido a uma lesão no joelho, dessa vez o esquerdo, e regressou aos relvados no passado mês de fevereiro, tendo apontado cinco golos nos 15 jogos que fez pelo Arsenal.

O avançado é assim baixa certa nos eleitos de Roy Hodgson para a fase final do Euro2016, que vai decorrer em França de 10 de junho a 10 de julho. Na fase de grupos, Inglaterra vai defrontar a Rússia, Eslováquia e País de Gales no B.

Formado nas escolas do Manchester United, Welbeck representou a seleção principal inglesa em 34 jogos, tendo apontado 14 golos.

Lusa

  • Eis os novos heróis de Vila de Aves
    3:03
  • Desportivo das Aves fora da Liga Europa

    Desporto

    O Desportivo das Aves não vai à Liga Europa e o Sporting terá entrada direta na fase de grupos. Apesar da conquista da Taça de Portugal, a equipa avense não se licenciou em tempo útil para poder participar na prova da UEFA, apurou a SIC.

  • E agora, Sporting? Semana de decisões e incertezas
    2:53
  • "Para primeiro dia de pesca da sardinha, não foi mau"
    2:19
  • "Desfiliei-me do PS mas continuo socialista"
    1:29

    País

    José Sócrates garantiu este domingo que não atacará o PS e que continua a ser socialista. O antigo primeiro-ministro participou num almoço de apoio, em Lisboa, com cerca de 100 pessoas, a maioria anónimos.