sicnot

Perfil

Euro 2016

Euro 2016

Euro 2016

Danny acredita que Portugal pode ganhar em França

O internacional português Danny afirmou hoje que acredita que Portugal pode ganhar o Europeu de futebol, mostrando-se "triste" por não poder ser um dos eleitos de Fernando Santos, mas "confiante" na "grande qualidade" da equipa.

Danny está em fim de contrato, mas a SIC tem conhecimento de que o jogador foi autorizado pela Federação Portuguesa de Futebol a deslocar-se à Rússia para tratar da renovação do contrato, que deve ser prolongado por mais duas épocas, ou seja, até 2017. (Arquivo)

Danny está em fim de contrato, mas a SIC tem conhecimento de que o jogador foi autorizado pela Federação Portuguesa de Futebol a deslocar-se à Rússia para tratar da renovação do contrato, que deve ser prolongado por mais duas épocas, ou seja, até 2017. (Arquivo)

Paulo Duarte / AP

"Sei que os jogadores de Portugal acreditam que podemos ganhar e eu sou daqueles que também acredito que Portugal tem qualidade para isso e estamos concentrados nesse objetivo, ganhar o Europeu", disse o médio que atua no Zenit e que esta tarde assistiu, em Moreira de Cónegos, ao Moreirense-Marítimo, a contar para a última jornada da I Liga portuguesa.

Ainda em jeito de antevisão ao Europeu, que vai disputar-se em França no verão, Danny não se escusou a comentar a possibilidade do selecionador português poder aproveitar a prova para iniciar uma renovação na equipa portuguesa.

"Agora estão a chegar jogadores com bastante qualidade dos Sub-21 e sei que para alguns será o último Europeu. Estamos super tranquilos de vem ai outra geração muito boa", referiu Danny, que devido a lesão, não pode ser opção para a convocatória de Fernando Santos.

Sobre a sua ausência, o atleta que, em Portugal representou o Marítimo e o Sporting, admitiu que, embora não soubesse se viria a ser chamado, ficou "muito triste", porque é "sempre uma situação má, mas, a pouco tempo de um Europeu, ainda mais triste".

"Agora é levantar a cabeça e recuperar bem para voltar. A operação correu muito bem, embora vá ser uma recuperação bastante prolongada de 12 a 14 meses, mas acho que, com força de vontade, se calhar vamos conseguir menos", resumiu.

Danny conquistou recentemente a Taça da Rússia em futebol ao serviço do Zenit, que é orientado por André Villas-Boas, mas o treinador português já anunciou que não continuará no clube russo.

"O que se diz é que ele vai parar um ano e não vai treinar ninguém. Mas não sei", disse Danny, que elogiou o trabalho do treinador.

Lusa

  • Danny falha Euro 2016

    Desporto

    O avançado Danny vai falhar a fase final do Europeu de futebol de 2016, devido a uma rotura de ligamentos cruzados no joelho direito, anunciou o Zenit São Petersburgo. Em comunicado, o clube russo dá conta da gravidade da lesão do seu "capitão", que vai ser submetido a uma terceira intervenção cirúrgica ao joelho direito, depois das operações em 2009 e 2012, estimando a recuperação em oito a nove meses.

  • Danny desiludido por falhar o Campeonato Europeu
    1:26

    Euro 2016

    Danny está afastado do Euro 2016 devido à rotura de ligamentos que sofreu no passado sábado, no jogo entre o Zenit e o Spartak de Moscovo. A rotura de ligamentos deverá afastá-lo dos relvados durante oito a nove meses. Depois de Fábio Coentrão, esta é a segunda baixa na Seleção Portuguesa para o Campeonato Europeu.

  • As IPSS são estruturantes no país. Fazem o que Estado não faz porque não pode, não quer, ou não chega a tudo. Chama-se sociedade civil a funcionar. E o Estado subsidia, ajuda, (com)participa, apoia. Nada contra. A questão é quando as IPSS e outras instituições, fundações, associações, federações e quejandas se tornam verdadeiras "indústrias".

    Pedro Cruz

  • O ano "saboroso" de António Costa
    0:51

    País

    António Costa diz que 2017 foi um ano "saboroso" para Portugal. Num encontro com funcionários portugueses, em Bruxelas, antes do Conselho Europeu desta quinta-feira, o primeiro-ministro realçou o que o país conquistou no último ano, no plano europeu, e que culminou com a eleição de Mário Centeno para a Presidência do Eurogrupo.

  • Os Simpsons já sabiam em 1998 que a Fox iria pertencer à Disney

    Cultura

    Os Simpsons acertaram outra vez. Algo que tem acontecido regularmente nos últimos tempos, com a eleição de Donald Trump, o aparecimento do vírus Ébola ou o escândalo dos Panama Papers. Desta vez, a previsão remonta a 1998, quando a série previu que a 20th Century Fox iria pertencer à Disney.

    SIC