sicnot

Perfil

Euro 2016

Euro 2016

Euro 2016

Nani passa a ser o quarto mais internacional de sempre da seleção portuguesa

Nani somou hoje a sua 95.ª internacionalização no particular entre Portugal e Inglaterra, que serve de preparação para o Euro 2016, e tornou-se no quarto futebolista da história com mais jogos disputados pela seleção nacional, tendo ultrapassado Rui Costa.

PAULO CUNHA/LUSA

Com a titularidade no Estádio de Wembley, o extremo de 29 anos, que usou a braçadeira de capitão, passou definitivamente o antigo médio do Benfica e isolou-se no quarto lugar, ficando a 16 jogos de ultrapassar Fernando Couto, que é o terceiro.

Nani tinha igualado Rui Costa a 29 de março deste ano, num particular com a Bélgica (2-1), disputado em Leiria. Costa fez o seu último jogo pela seleção nacional a 4 de julho de 2004, na final do Europeu com a Grécia (0-1), no Estádio da Luz, em Lisboa.

Com apenas 19 anos, Nani estreou-se pela principal equipa de Portugal a 1 de setembro de 2006, num particular com a Dinamarca, em Brondby, que terminou com uma derrota, por 4-2. O jogador formado no Sporting fez o segundo golo da seleção nacional.

Cinco anos depois, o extremo alcançou a marca das 50 internacionalizações num jogo realizado em Zenica, perante a Bósnia-Herzegoniva (0-0), da primeira mão do play-off de acesso à fase final do Euro 2012.

Com o encontro de Londres, Nani ficou a cinco jogos de entrar no restrito grupo dos centenários, que é composto por Luís Figo (127), Cristiano Ronaldo (125) e Fernando Couto (110), podendo já alcançar esse feito no Euro 2016.

Em França, o jogador do Fenerbahçe vai disputar a quarta fase final da carreira, depois de ter estado presente no Euro 2008, Euro 2012 e Mundial 2014.

Além das 95 internacionalizações, Nani tem 18 golos marcados pela seleção nacional.

Lusa

  • Polémica "Supernanny" em debate hoje na SIC
    2:25
  • Será este o "momento mais Ronaldo" de sempre?

    Desporto

    Cristiano Ronaldo é protagonista de mais um momento que corre nas redes sociais. Depois de marcar o sexto golo do Real Madrid frente ao Desportivo da Corunha, o jogador português ficou ferido no rosto e foi obrigado a abandonar o campo. Mas antes, mesmo com a cara ensanguentada, pediu um telemóvel com "espelho" para ver a extensão do corte. Há quem brinque com a situação, dizendo que Ronaldo levou a sua obsessão com a sua imagem a um novo nível, mas há também quem desvalorize a situação.

    SIC

  • Democratas aceitam compromisso para acabar com shutdown nos EUA

    Mundo

    Os senadores democratas aceitaram esta segunda-feira um acordo orçamental provisório que vai permitir acabar com a paralisação parcial do Governo federal dos Estados Unidos, situação conhecida como shutdown, anunciou o líder da minoria democrata no Senado, Chuck Schumer.

  • Refeição de 1.100 euros em Veneza

    Mundo

    O centro de Veneza oferece os mais variados restaurantes. Com menu obrigatório, sem menu, com taxas, sem taxas, sentando ou em pé. Depois há aqueles restaurantes que cobram 1.100 euros por cinco pratos acompanhados por água. O caso aconteceu com quatro turistas japoneses, que depois de pagarem a conta, apresentaram queixa às autoridades. O presidente da Câmara da cidade italiana já disse que ia investigar a situação e, caso se confirmasse, prometeu que iria castigar os responsáveis.

    SIC