sicnot

Perfil

Euro 2016

Euro 2016

Euro 2016

Presidente da AR visita seleção nacional na Cidade do Futebol

A seleção portuguesa de futebol continua hoje a preparação para o Euro 2016 com um treino na Cidade do Futebol, em Oeiras, um dia depois da derrota com Inglaterra (1-0), em Londres, no segundo teste para a fase final.

Cidade do Futebol inaugurada hoje

Cidade do Futebol inaugurada hoje

Miguel A.Lopes

Portugal tem um encontro agendado para as 15:30, com os primeiros 15 minutos a serem abertos à comunicação social. Antes, às 15:00, um jogador irá falar aos jornalistas em conferência de imprensa.

Além do treino, a comitiva lusa vai receber a visita do presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, que se vai deslocar à Cidade do Futebol, a convite do presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), Fernando Gomes, para desejar felicidades à seleção nacional.

Na quinta-feira, Portugal perdeu com a Inglaterra, no segundo encontro de preparação para o Euro 2016, devido a um golo Chris Smalling, aos 86 minutos. Bruno Alves viu o cartão vermelho direto, aos 35, e deixou a 'equipa das quinas' com menos uma unidade.

Pepe e Cristiano Ronaldo só juntam à comitiva lusa no domingo e fecham a lista de 23 convocados do selecionador Fernando Santos.

Ainda antes de viajar para França, Portugal defronta a Estónia, a 08 de junho, no Estádio da Luz.

No Euro 2016, a seleção nacional vai disputar o Grupo F com Islândia, Áustria e Hungria.

Com Lusa

  • A fuga dos PIDES
    20:08
  • Dominado incêncio no centro de tratamento de resíduos da Tratolixo
    1:55

    País

    O fogo na Tratolixo, em Trajouce, deflagrou esta segunda-feira à noite. As chamas foram controladas a meio da manhã pelos bombeiros. No local estão 133 operacionais, apoiados por 51 veículos. O fogo não fez vítimas nem danos materiais. O vento dificultou o combate às chamas.

  • Duas execuções no mesmo dia pela primeira vez em 17 anos nos EUA

    Mundo

    O estado norte-americano do Arkansas (sul) executou, na noite de segunda-feira, dois condenados à morte, o que sucede pela primeira vez em 17 anos no país, anunciou a procuradora-geral daquele estado. Jack Jones e Marcel Williams, condenados separadamente na década de 1990 à pena capital por violação e assassínio, receberam uma injeção letal depois de diferentes tribunais terem rejeitado os respetivos recursos, afirmou Leslie Rutledge, em comunicado.