sicnot

Perfil

Euro 2016

Euro 2016

Euro 2016

Presidente da AR visita seleção nacional na Cidade do Futebol

A seleção portuguesa de futebol continua hoje a preparação para o Euro 2016 com um treino na Cidade do Futebol, em Oeiras, um dia depois da derrota com Inglaterra (1-0), em Londres, no segundo teste para a fase final.

Cidade do Futebol inaugurada hoje

Cidade do Futebol inaugurada hoje

Miguel A.Lopes

Portugal tem um encontro agendado para as 15:30, com os primeiros 15 minutos a serem abertos à comunicação social. Antes, às 15:00, um jogador irá falar aos jornalistas em conferência de imprensa.

Além do treino, a comitiva lusa vai receber a visita do presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, que se vai deslocar à Cidade do Futebol, a convite do presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), Fernando Gomes, para desejar felicidades à seleção nacional.

Na quinta-feira, Portugal perdeu com a Inglaterra, no segundo encontro de preparação para o Euro 2016, devido a um golo Chris Smalling, aos 86 minutos. Bruno Alves viu o cartão vermelho direto, aos 35, e deixou a 'equipa das quinas' com menos uma unidade.

Pepe e Cristiano Ronaldo só juntam à comitiva lusa no domingo e fecham a lista de 23 convocados do selecionador Fernando Santos.

Ainda antes de viajar para França, Portugal defronta a Estónia, a 08 de junho, no Estádio da Luz.

No Euro 2016, a seleção nacional vai disputar o Grupo F com Islândia, Áustria e Hungria.

Com Lusa

  • Bataglia deixou passar 12 milhões pela sua conta a pedido de Salgado
    2:05

    Operação Marquês

    O presidente da Escom e arguido na Operação Marquês Helder Bataglia terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, amigo de José Sócrates. O amigo de Sócrates e Bataglia terão combinado várias formas de não levantar suspeitas. A notícia é avançada pelo jornal Expresso na edição deste sábado.

  • Patrões não aceitam alterações ao acordo de concertação social
    2:25

    Economia

    As confederações patronais foram esta sexta-feira ao Palácio de Belém dizer ao Presidente da República que não aceitam que o Parlamento faça alterações ao acordo de concertação social. Os patrões dizem ainda ter esperança que o Parlamento não chumbe o decreto-lei que reduz a TSU das empresas com salários mínimos.

  • Dirigente derrotado da Gâmbia concorda em ceder poder

    Mundo

    O ex-presidente e candidato derrotado das eleições na Gâmbia, Yahya Jammeh, concordou em ceder o poder ao novo Presidente do país, empossado na quinta-feira, indicou esta sexta-feira um responsável governamental senegalês.