sicnot

Perfil

Euro 2016

Euro 2016

Euro 2016

Pelo menos 19 feridos em Marselha, um inglês entre a vida e a morte

Dezanove pessoas ficaram hoje feridas em Marselha (sul de França) na sequência de agressões entre apoiantes antes do jogo Inglaterra-Rússia, indicaram os bombeiros, incluindo um inglês que foi hospitalizado em estado grave.

© Jean-Paul Pelissier / Reuters

Às 21:00 locais (20:00 em Lisboa), quando começava o jogo, considerado um dos mais arriscados do campeonato europeu 2016, os bombeiros registavam 19 feridos nos confrontos junto da zona do Vieux-Port.

Um adepto inglês estava entre a vida e a morte, depois de ter sido agredido, cerca das 17:30 locais, "com barras de ferro, aparentemente na cabeça", indicou uma fonte policial.

As equipas de socorro tentaram reanimá-lo no local, antes de ser transferido para um hospital, acrescentou. O prognóstico vital está comprometido, afirmou o prefeito da polícia des Bouches-du-Rhône Laurent Nunez.

Uma hora antes do início do jogo, a calma regressou à zona do Vieux-Port e os incidentes deslocaram-se para a zona circundante do estádio Velódromo.

As forças de segurança utilizaram granadas de gás lacrimogéneo e um canhão de água para dispersar os apoiantes russos e ingleses, alguns dos quais se confrontavam ou lançavam garrafas junto à rotunda do Prado, na zona do estádio. A ordem foi rapidamente restabelecida, de acordo com os jornalistas da agência noticiosa France Presse (AFP) no local.

Nunez acrescentou que as forças de segurança responsáveis pela separação dos adeptos russos e ingleses "foram atacadas" pelos adeptos.

Durante a tarde, "a polícia interveio para acabar com rixas que opunham adeptos ingleses, russos e franceses", tendo sido interpeladas seis pessoas, disse.

"Intervimos sistematicamente em rixas para dispersar", acrescentou. O caso mais grave opôs cerca de 500 adeptos - 300 de um lado e 200 de outro - numa rua perpendicular ao Vieux-Port.

Incidentes semelhantes tinham já sido registados na quinta e sexta-feira, em Marselha, mas entre menos adeptos e sem causar feridos graves.

O ministro do Interior francês, Bernard Cazeneuve, condenou esta noite "o comportamento irresponsável e deliberado de pseudo adeptos", na sequência dos "incidentes inaceitáveis" em Marselha.

Lusa

  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26

    País

    A bomba que esta segunda-feira veio nas redes de um arrastão na Nazaré já foi detonada. O engenho explosivo foi identificado como uma bomba de avião por especialistas da Marinha, que eliminaram também o perigo equivalente a 600 quilogramas de TNT. A bomba sem qualquer inscrição tinha um desgaste evidente e, segundo a Marinha, pode ter sido largada de um avião durante a 2.ª Guerra Mundial.

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • ONU estima que mais 750 mil civis estejam em risco na cidade de Mossul
    1:39

    Mundo

    As Nações Unidas estimam que mais 750 mil civis estejam em risco na zona ocidental de Mossul, no Iraque. Mais de 10 mil pessoas fugiram da zona ocidental da cidade nos últimos quatro dias. Enquanto a população tenta escapar ao fogo cruzado, as forças iraquianas avançam sobre a cidade ainda controlada pelo Daesh.