sicnot

Perfil

Euro 2016

Euro 2016

Euro 2016

De um a dois anos de prisão para três russos por violência em Marselha

euro2016.sic.pt

Os três adeptos russos detidos em França que foram hoje a julgamento foram condenados a 12, 18 e 24 meses de prisão efetiva, avança a France Press.

© Eric Gaillard / Reuters

Além das penas de prisão, o tribunal de Marselha decretou que Alexei Erunov, alvo da pena mais elevada, Serguei Gorbatchev, punido com ano e meio, e Nikolay Morozov, condenado a um ano de cadeia, ficam impedidos de entrar em França durante dois anos.

Além das penas de prisão, o tribunal de Marselha decretou que Alexei Erunov, alvo da pena mais elevada, Serguei Gorbatchev, punido com ano e meio, e Nikolay Morozov, condenado a um ano de cadeia, ficam impedidos de entrar em França durante dois anos.

Erunov, de 29 anos, diretor das relações com os adeptos do Lokomotiv de Moscovo, para o qual o procurador-adjunto André Ribes pedia dois anos e meio de prisão, reconheceu durante a audiência de hoje a sua presença nas imagens de vídeo em que se vê um grupo de adeptos russos a atingir ingleses com cadeiras e barras de ferro.

"Peço desculpa. Reconheço que estive lá, mas não atingi ninguém. Tenho as mãos limpas", disse o adepto no tribunal correcional de Marselha, numa declaração traduzida.

O tribunal teve acesso às imagens através de um vídeo filmado e colocado na rede social Youtube por adeptos russos, com recurso a uma câmara colocada junto ao corpo de um dos intervenientes.

"É uma caçada. Eles partem em passo de corrida, mantêm-se em grupo e conservam energia suficiente para aquilo a que chamam 'fight'", descreveu o magistrado. "Desde que haja um inglês isolado, eles atacam", acrescentou.

O procurador-adjunto também pedia 30 meses de prisão para Serguei Gorbatchev, de 33 anos, líder de uma claque do Arsenal Toula, da segunda divisão russa, que acabou condenado a ano e meio.

A decisão do tribunal foi ao encontro da pena que André Ribes solicitou para Nikolai Morozov, de 28 anos, adepto muito ativo do Dínamo de Moscovo.

Estes três adeptos fazem parte de um grupo de 43 russos detidos na terça-feira, dos quais 20 deverão ser expulsos de território francês, sem que enfrentem acusações, e os restantes 20 serão libertados.

Dos incidentes de sábado resultaram 35 feridos, a maioria dos quais britânicos, um deles em estado grave, mas estável.

  • Estamos quase na hora de verão

    País

    Esta madrugada muda a hora. Quando for 1h00, os relógios adiantam para as 2h00. Será uma noite com menos tempo de sono, mas os dias vão ficar mais longos com o chamado horário de verão.

  • Divorciados vão poder dividir filhos no IRS 

    Economia

    Os divorciados vão passar a poder dividir os filhos no IRS (imposto sobre o rendimento singular) e o Governo está a estudar soluções para que em 2018 haja um novo sistema para lidar com a guarda conjunta de filhos.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.