sicnot

Perfil

Euro 2016

Euro 2016

Euro 2016

São-tomenses e portugueses unidos em esplanadas de São Tomé

euro2016.sic.pt

Muitos são-tomenses torceram e festejaram a vitória de Portugal no campeonato europeu de futebol, um jogo vivido com intensidade e partilhado por portugueses de férias que encheram as esplanadas da capital de São Tomé e Príncipe.

© Reuters Staff / Reuters

João Martins está a fazer voluntariado em São Tomé há seis meses. E hoje viveu uma experiência única: "É absolutamente fantástico estar aqui, pelos PALOP (Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa) e por Portugal. Viva São Tomé e viva o futebol".

António Branco é são-tomense, mas disse ainda sofrer com as cores do antigo colonizador.

"Estou muito satisfeito com a bandeira de Portugal e viva Portugal", disse, aplaudido por dezenas de adeptos que se juntaram numa esplanada no centro da capital.

Numa cidade com pouca luz, devido aos constantes apagões, ouviram-se buzinas e algumas motos a acelerar, mas é um cenário diferente de quando são outras equipas de futebol.

"Quando ganha o Benfica, isto para". Quem o diz é António Silva, empregado de um café no centro da cidade.

"É uma seleção, não é o Benfica", diz, sorrindo.

Durante os 120 minutos, o sofrimento dos adeptos acentuou-se, ganhando o apoio de quem, inicialmente, dizia não gostar de futebol: "Não queria, mas sofri muito", disse Anália Santos.

Portugal sagrou-se hoje campeão da Europa de futebol pela primeira vez na sua história, ao bater na final a anfitriã França por 1-0, após prolongamento, em encontro disputado no Stade de France, em Saint-Denis.

Um golo do suplente Éder, aos 109 minutos, selou o triunfo da formação das 'quinas', que perdeu por lesão, aos 25, o 'capitão' Cristiano Ronaldo, substituído por Ricardo Quaresma, depois de uma falta dura de Dimitri Payet.

A seleção portuguesa tornou-se a segunda na história da competição a vencer a equipa da casa na final, 12 anos depois de ter perdido por 1-0 com a Grécia a do Euro2004, no Estádio da Luz, em Lisboa.

Lusa

  • Caixa multibanco assaltada em Portugal a cada dois dias
    2:43

    País

    O semanário Expresso conta que a mulher que morreu vítima de um disparo de agentes da PSP foi atingida pelas costas. O caso está a ser investigado pela PJ, que procura encaixar as peças da noite que acabou com uma morte inocente mas que começou com uma perseguição a um grupo de assaltantes de um multibanco. Assaltos que são cada vez mais comuns e que preocupam o Governo. A cada dois dias, uma caixa é assaltada.

  • Metro de Lisboa vai reduzir consumo de água

    País

    O Metro de Lisboa colocou em prática um programa para reduzir o consumo de água devido à situação de seca em Portugal, respondendo assim ao apelo do Ministério do Ambiente, segundo um comunicado divulgado este sábado.