sicnot

Perfil

Euro 2016

Euro 2016

Euro 2016

São-tomenses e portugueses unidos em esplanadas de São Tomé

euro2016.sic.pt

Muitos são-tomenses torceram e festejaram a vitória de Portugal no campeonato europeu de futebol, um jogo vivido com intensidade e partilhado por portugueses de férias que encheram as esplanadas da capital de São Tomé e Príncipe.

© Reuters Staff / Reuters

João Martins está a fazer voluntariado em São Tomé há seis meses. E hoje viveu uma experiência única: "É absolutamente fantástico estar aqui, pelos PALOP (Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa) e por Portugal. Viva São Tomé e viva o futebol".

António Branco é são-tomense, mas disse ainda sofrer com as cores do antigo colonizador.

"Estou muito satisfeito com a bandeira de Portugal e viva Portugal", disse, aplaudido por dezenas de adeptos que se juntaram numa esplanada no centro da capital.

Numa cidade com pouca luz, devido aos constantes apagões, ouviram-se buzinas e algumas motos a acelerar, mas é um cenário diferente de quando são outras equipas de futebol.

"Quando ganha o Benfica, isto para". Quem o diz é António Silva, empregado de um café no centro da cidade.

"É uma seleção, não é o Benfica", diz, sorrindo.

Durante os 120 minutos, o sofrimento dos adeptos acentuou-se, ganhando o apoio de quem, inicialmente, dizia não gostar de futebol: "Não queria, mas sofri muito", disse Anália Santos.

Portugal sagrou-se hoje campeão da Europa de futebol pela primeira vez na sua história, ao bater na final a anfitriã França por 1-0, após prolongamento, em encontro disputado no Stade de France, em Saint-Denis.

Um golo do suplente Éder, aos 109 minutos, selou o triunfo da formação das 'quinas', que perdeu por lesão, aos 25, o 'capitão' Cristiano Ronaldo, substituído por Ricardo Quaresma, depois de uma falta dura de Dimitri Payet.

A seleção portuguesa tornou-se a segunda na história da competição a vencer a equipa da casa na final, 12 anos depois de ter perdido por 1-0 com a Grécia a do Euro2004, no Estádio da Luz, em Lisboa.

Lusa

  • As primeiras decisões do Presidente Trump
    1:39
  • "Há sobretudo um fosso entre o discurso que Trump faz e os de Obama"
    6:13

    Opinião

    Cândida Pinto e Ricardo Costa analisaram a tomada de posse de Donald Trump. O diretor de informação da SIC disse que o discurso de Trump "mexe com a sua base de apoio" e defende que "a grande questão não vai ser a relação com a Rússia, mas sim com a China". Já a Editora de internacional disse que o discurso foi "voltado para dentro, nacionalista, partidarista, com ataque à elite de Washington".

    Ricardo Costa e Cândida Pinto

  • Celebridades protestam contra Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.