sicnot

Perfil

Euro 2016

Euro 2016

Euro 2016

Marcelo entrega medalhas à seleção de futebol na quarta-feira

O presidente da República cumpre quarta-feira a promessa feita em julho à seleção nacional de futebol e desloca-se à câmara do Porto para impor as insígnias da Ordem de Mérito aos jogadores que se sagraram campeões do Euro 2016.

O anúncio foi feito por Marcelo Rebelo de Sousa que, após a vitória de Portugal no jogo da final do Euro contra a França a 10 de julho, afirmou que iria condecorar os jogadores com o grau de comendador.

No dia seguinte o Presidente da República recebeu nos jardins do Palácio de Belém a seleção portuguesa de futebol e entregou a cada um dos jogadores e treinadores alvarás de concessão de condecorações com a Ordem do Mérito, ficando a expectativa de que as medalhas seriam entregues nos dias seguintes.

Aos jogadores, Marcelo disse então: "o exemplo do que é ganhar com coragem, determinação, capacidade de luta, humildade, e espírito de equipa. Isso faz a diferença. E a diferença entre hoje e ontem é que hoje temos mais razões devido a vocês para acreditarmos em Portugal. Viva Portugal".

Pouco mais de um mês depois da vitória da equipa das quinas, a Câmara do Porto anunciou que irá acolher na próxima quarta-feira, a partir das 18:30, a cerimónia de imposição das insígnias da Ordem de Mérito, com a presença do Presidente da República, do Presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Fernando Gomes e do presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira.

Segundo a autarquia "aguarda-se a presença de todos os selecionados para a campanha de qualificação para o campeonato do Mundo, mas também todos os jogadores que, não estando convocados, se sagraram campeões da Europa".

"Após a imposição das insígnias, a equipa nacional vai deslocar-se à varanda principal dos Paços do Concelho para saudar a população, que poderá assistir, em direto, a toda a cerimónia através de ecrãs gigantes instalados na Praça General Humberto Delgado", é referido no Portal de Notícias da câmara.

A Câmara Municipal do Porto preparou também, para as 18:00 de quarta-feira, uma "homenagem aos campeões europeus de futebol" na Praça General Humberto Delgado, convidando os cidadãos a "apoiar a seleção".

Já em julho um adepto da seleção nacional criou uma petição pública online para "ver a Seleção e a Taça no Porto".

O criador da petição, e também autor da página de Facebook "Porto a melhor cidade do País", explicou então à Lusa que perante a "enorme interação da população portuense às publicações referentes à seleção Nacional" achou "injusto não premiar este fiel povo".

Na petição, que ainda está disponível e que contava às 18:30 de segunda-feira com 16.188 assinaturas, pode ler-se que a cidade do Porto "merece este reconhecimento" e que "existem dois milhões de portugueses que querem ver a seleção e a taça no Porto".

Lusa

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".